SRZD



Sidney Rezende

Sidney Rezende

ATUALIDADE. Jornalista, diretor do SRZD e um dos profissionais mais inovadores do país.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



28/09/2016 20h12

Violência política às vésperas das eleições

Multiplicam-se pelo país atentados por motivação política. Em Goiás, o vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado, José Eliton, e o candidato do PTB à prefeitura de Itumbiara, José Gomes, foram baleados por um atirador, que estava num carro preto, enquanto participavam de uma carreata na cidade goiana na tarde desta quarta-feira (28).

No Rio, a polícia investiga a possibilidade do então presidente da Portela e candidato a vereador, Marcos Falcon, ter sido assassinado nesta terça-feira (27) por desentendimento com um rival, também político.

Na região metropolitana do Rio de Janeiro, 14 candidatos foram assassinados. O banditismo revive uma página que se imaginava superada nas regiões sul e sudeste do país.

O reacendimento da discórdia que presume justiça com o uso de bala é o retrato do atraso. O país pós-impeachment, com um governo que, apesar de "legitimado" pelo Congresso, ainda transmite caráter provisório, a eleição mais importante distante em 2018, e a falta de equilíbrio financeiro, econômico e institucional, tudo isso empurra o Brasil para um perigoso fosso.

Certamente, o Rio de Janeiro e Goiás pedirão reforço da Guarda Nacional para que as eleições transcorram com alguma tranquilidade. A barra pesou.


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.