SRZD


09/01/2009 17h08

Guia turístico chama as cariocas de "máquina do sexo"
Redação SRZD

Guia turístico chama as cariocas de Está sendo distribuído no Rio um guia turístico que chama as cariocas de "máquina de sexo" e as divide em quadro grupos, entre eles o das "popozudas". Além disso, o guia "Rio for Parties" chama os DJs de funk  de "retardados num piano eletrônico".

A Embratur está investigando a publicação e acionou a Justiça Federal do Rio para tirar o guia de circulação. Segundo a Embratur, a publicação fere a dignidade do povo braisleiro e incentiva o turismo sexual na cidade.

Além das mulheres, os homens cariocas também são classificados: "bonitinho", "pitboy", "neo-hippie" e o "jogador".

O guia, editado em inglês, é vendido na internet pela Solcat Publishing Editora.


Veja mais sobre:Rio

Comentários
  • Avatar
    26/10/2010 18:31:47LarissaAnônimo

    Poxa, mas a questão não tá nem em saber se a maioria das cariocas é assim ou não, e nem mesmo está em diferenciar o Rio do resto do Brasil o grande problema das pessoas é procrar a base do problema na mulher brasileira e esquecer de julgar o homem brasileiro, quem insentiva o turismo sexual quando cria músicas tipo funk, quando finacia o mercado pornográfico ou quando trata a mulher brasileira como objeto para os gringos como fez o autor do guia e como muitos autores dos comentarios estão fazendo aqui. Eu acho realemente que as mulheres brasileira são repugnantes por dar atenção e tentar agradar homens tão medíucres!

  • Avatar
    24/07/2009 02:13:04BildsAnônimo

    O que eu penso sobre mim, interessa somente para mim e não tem importância relevante para os outros; o que os outros pensam sobre mim, isto sim tem relevância para que seja criado um perfil sobre mim (ou de um povo). O que vocês acham que o mundo pensa sobre o brasileiro? O mundo inteiro conhece o Brasil pela TV, onde é mostrado diariamente os absurdos que acontecem no governo, na política em geral e no mercado (riem de nós, pois, ações como estas são ERRADAS lá fora e quem faz isso é punido de verdade). Em conversas com amigos que moram no Japão, há alguns anos atrás, quando um brasileiro entrava em um supermercado, era comunicado nos auto-falantes internos, que havia um brasileiro no recinto e que era para tomar cuidado com bolsas e carteiras. O mundo inteiro conhece o Brasil pela TV, onde é mostrado diariamente as belezas naturais do Brasil; bundas saradas em closes, que por pouco não mostram o interior do corpo humano. O mundo inteiro sabe que a apresentadora infantil de maior sucesso de todos os tempos é um símbolo sexual que vendeu seu corpo com fotos íntimas e filmes pornôs, sendo que em um deles, seduzia uma criança (e é quem realmente educa as crianças de hoje e de várias gerações atrás, a tv). O mundo inteiro conhece o Carnaval (festa da carne) do Brasil, o mundo inteiro conhece o Funk (dança do acasalamento) do Brasil; o que será que pensam sobre isso? Em conversas com amigos estrangeiros, citam que nossa imagem lá, é de um povo atrasado e selvagem, como índios (percebe-se esta visão no filme TURISTAS); que vivemos pelados (a grande maioria das imagens que vai para o exterior é do Rio de Janeiro) e que somos vistos como objetos sexuais de mercado. Infelizmente o que diz o guia é exatamente o produto que temos aqui, pena que virou arquétipo do brasileiro em geral. Bilds, Puta, Índio e Ladrão.

  • Avatar
    17/01/2009 18:13:01joão dos Santos FilhoAnônimo

    RECIPROCIDADE, RESGUARDO DA SOBERANIA OU INTERESSES DO CAPITAL João dos Santos Filho? Quando a Bolívia nacionalizou, a filial da Petrobrás em seu território, a multinacional brasileira do petróleo foi objeto, de uma onda natural e compreensível de nacionalismo. Parte da elite nacional exigia medidas drásticas, de retaliação por parte do governo brasileiro, para com o país vizinho, alguns membros da classe política chegaram a sugerir o envio de tropas militares à Bolívia, outros desclassificaram seu presidente, chamando-o de ditador fascista e comunista. Tudo passou, Evo Morales brigou e cedeu, o Brasil amadureceu e renegociou, e a América Latina cresceu politicamente no campo econômico, cristalizando laços para uma luta coletiva, e sinalizando a formação de um bloco de poder latino, independente e voltado aos interesses de um nacionalismo de resultados. Hoje, as velhas estruturas de poder, que nos saquearam por séculos, estão cientes que não podem continuar, com essa tosca prática de manejo de poder ?colonialista?. Porque, existe um bloco de poder constituído na América do Sul, no campo da negociação coletiva, em que os interesses do continente latino começam a ensaiar um processo de auto-cooperação política, econômica e social intra e entre paises latinos. O que significa afirmar, que o Capital, também divide o campo político, para poder acelerar e ampliar o processo de geral e transnacional de acumulação, garantindo certa autonomia para as negociações políticas locais. Com isso, a maioria dos latino-americanos tidos como ?turistas? barrados nos aeroportos europeus, não devem considerar-se como objeto de perseguição por parte dos países europeus, mas, sim resultado dos interesses do Capital. Ã? evidente que a tradução desse processo explicita-se, por meio, de preconceitos diversos que são aflorados no in

  • Avatar
    16/01/2009 09:23:21Carllos RicciAnônimo

    Ã? o Brasil como mercadoria! E o pior que aceitamos, de certa forma, esse tipo de tratamento que nos dão. Sidney, indiquei o seu blog em uma meme lá no meu (muqui.wordpress.com). Se for de seu interesse, passa lá e dê uma olhada. A dialética que você usa me surpreende sempre. Um abraço

  • Avatar
    13/01/2009 17:42:54Caroline NapoleãoAnônimo

    Absurdos mesmo são os comentários. dá pra ver que o "guia turístico" foi absolutamente baseado nos mitos e exageros da mídia. Não é certo sair julgando o povo e a cidade onde vivem como um todo, sendo muitas as pessoas que vivem nele. ninguém é igual a ninguém e como em todo estado, existem sim as "putas", os "valentões", o povo menos favorecido econômicamente...mas isso não impede que existam pessoas decentes, mulheres dignas. Não há só o funk, assim como nos EUA não existe somente o RAP e suas letras extremamente ofensivas as mulheres. o Rio pode não ser um exemplo de cidade, mas não são apenas os moradores que a julgam como maravilhosa, provocando a ira de muita gente.

  • Avatar
    13/01/2009 17:08:17denise moreira borgesAnônimo

    A B S U R D O!!!!! NÃ?S BRASILEIRAS NÃ?O QUEREMOS TER COMO REFERENCIA OS CARIOCAS, POIS O RIO DE JANEIRO NÃ?O REPRESENTA O BRASIL APESAR DELES ACHAREM QUE SÃ?O O UMBIGO DO BRASIL, ATRÁS DESSAS MONTANHAS HÁ TODO UM BRASIL (MARAVILHOSO) PARA O MUNDO VER.

  • Avatar
    13/01/2009 15:32:34MauAnônimo

    Poxa! Finalmente alguém faz um guia do Rio realista, falando nada mais que a verdade e vcs censuram!!!!! Cariocas safados! Não querem que o mundo saibam das cachorras, dos pitboys, das bichinhas do Palace? E da guerrilha dos morros, e dos arrastões? Mas o Brasil é isso mesmo! Pq o Rio quer ser diferente?

  • Avatar
    13/01/2009 13:24:58KatAnônimo

    Jaynni disse "O Brasil inteiro tem muita inveja e um preconceito muito grande contras os cariocas e o Rio de Janeiro" Eu concordo que esse guia é ridículo e que rotula as brasileiras como putas e tal... Mas o que tem a ver o que vc falou, Jaynni? Primeiro que quem escreveu o guia não foi um brasileiro. E de onde vc tirou essa idéia de que todo o Brasil tem inveja do RIO?? Depois de comentários como o seu, acredito que as pessoas que leram e não são do Rio estão com algum sentimento sim em relação aos cariocas, mas esse sentimento tá longe de ser inveja!

  • Avatar
    13/01/2009 11:09:15EduardoAnônimo

    Moro no Rio e, infelizmente, o guia está certo. Claro que há exceções, mas são insignificantes. Por que eu falei insignificantes? Compare com a política brasileira. Ela é uma das mais corruptas do mundo. Existem políticos honestos, mas a força destes políticos é inútil diante de tanta corrupção. Este é o mesmo caso do povo carioca (e de outros estados também). Quem não concorda é por que não conhece o Rio ou tem um 'leve' instinto de falsidade, já que não quer adimitir o defeito apenas por "sou brasileiro e não adimito que falem mau do meu país". Ã? como diz o ditado: O pior cego é aquele que não quer ver.

  • Avatar
    13/01/2009 10:06:39fabian fernandesAnônimo

    Queriam o que? Se é essa a imagem que a mídia inssiste em diáriamente passar para todo o mundo. Infelizmente.

  • Avatar
    13/01/2009 08:49:08DanielAnônimo

    Raramente comento alguma reportagem que leio na internet. Mas essa me causou muita espécie. Não pelo guia em si, mas pelo comentário de alguns leitores... Que os estrangeiros menosprezem nosso país, admissível. Eles acreditam ter o rei na barriga e se reputam melhores que os demais, esquecendo suas próprias mazelas. Agora, outros brasileiros ratificando o que foi dito no guia?! Falando mal de uma cidade de seu próprio país por conta de eventuais rixas idiotas? Sinceramente... se eu fosse alguns de vocês que comentaram abaixo, teria muita vergonha do que escrevi... comportamento pequeno, imbecil e de povinho colonizado...

  • Avatar
    13/01/2009 08:31:08Alexandre SalauAnônimo

    Esta foi a fama construída com muito afinco e dedicação durante décadas, esperavam o que?

  • Avatar
    10/01/2009 22:45:12JaynniAnônimo

    O Brasil inteiro tem muita inveja e um preconceito muito grande contras os cariocas e o Rio de Janeiro. Daí esta barbaridade!!!!! Isto é somente por ser o Rio de Janeiro uma das cidades mais bonitas do mundo e os cariocas os mais bonitos, mais sexys, mais simpáticos e receptivos!!!!!! Isto é caso para a Justiça resolver!!!!!!!! Fora com o "Rio for Parties"!!!!!!!! Isto é uma grande falta de respeito com o ser humano.

  • Avatar
    09/01/2009 21:38:28DavidAnônimo

    "Do que estão reclamando?!!!! - Não vejo o porque de tanto alarde!!! se o referido guia, não acrescenta nada à realidade carioca. Afinal de contas, se as citações e insinuações foram apenas essas, acho que o GUIA é apenas um continho de fadas para enganar os turistas, coitados, pois, o RIO é pôdre, a gente deste Estado fede, a raras excessões!

  • Avatar
    09/01/2009 21:20:11PabloAnônimo

    Não temos o direito de reclamar desse tipo de coisa,já que é assim que nos "vendemos". E quanto a chamar DJs de funk de "retardados num piano eletrônico",acho que isto ficaria mais adequado aos fãs desses DJs.Ã? triste ver um país que tem uma das melhores músicas do mundo e a mais diversificada,ser reconhecido por um lixo cultural que nem é seu.Mas,pensando bem,acho que o funk que se ouve por aí é a trilha sonora perfeita para uma cidade decadente. Espero que a situação mude.O Rio merece mais.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.