SRZD


15/10/2016 15h07

CHAT FOLIA: Tribos da Ilha fará uma viagem pelo mundo do cinema na passarela virtual
Redação UESM

Sayme Brender, presidente da escola, oriunda de Manaus é quem responde as nossas perguntas. A escola será a terceira a entrar na avenida neste domingo, dia 16 de Outubro.


- Além de escola de samba de maquete, os componentes da Tribos da Ilha também participam do Mini Festival de Parintins. Qual a diferença entre o trabalho realizado para os dois eventos?

Sim, esse ano participei o Mini Festival de Parintins e foi muito trabalho estar em dois projetos que acontecem em meses tão pertinho um do outro. Vamos aproveitar algumas fantasias e materais que não foram usados. Usarei materias de reciclagem.

- Como é o seu relacionamento com o carnaval?
Sou um foliao comum, nunca trabalhei em um barracão, mas pretendo.

- Como surgiu a ideia de criar uma escola de samba de maquete e participar da UESM?
Sempre fiz, mas nunca filmei ou postei, mas já tinha a Tribos em mente. Já conhecia a UESM desde 2015.

- Explique a escolha do nome, do símbolo e das cores da escola.
O nome vem da escola aqui de Manaus (Primos da ilha) e sempre gostei dos desfiles da Primos e me veio a ideia: Tribos da ilha. O símbolo é o fruto mais lindo e de significado importante aqui em Manaus: o guaraná. As cores são: verde da floresta, vermelho do sangue e amor pelo carnaval e o branco da paz e a união. As escolas que me inspiram são: Vitoria Régia, Primos da Ilha e Mocidade Alegre.

 

- Neste primeiro ano, o que pretende levar para avenida?

Tribos vai fazer uma viagem pelo mundo do cinema e vai trazer um pouco de tudo no desfile. O desfile será simples, mas a altura do Grupo B. Fiquem atentos no desfile todo porque vamos trazer muita alegria e emoções.


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.