SRZD



Ana Carolina Garcia

Ana Carolina Garcia

CINEMA. Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



17/10/2016 16h18

Festival do Rio 2016: 'Fala Comigo' é o grande vencedor
Ana Carolina Garcia

Na noite do último domingo, dia 16, foi realizada no Espaço BNDES, no Centro do Rio de Janeiro, a cerimônia de encerramento da 18a edição do Festival do Rio. E o grande vencedor foi "Fala Comigo" (2016), dirigido e roteirizado por Felipe Sholl. O longa também recebeu o Troféu Redentor de melhor atriz para Karine Telles.

Foto: Divulgação

De acordo com a organização do Festival, a estimativa de público desta edição é de 180 mil espectadores, divididos entre 10 dias de evento e suas mais variadas mostras. No entanto, este número deve aumentar nos próximos dias por causa da chamada "repescagem".

Enquanto o público carioca corre atrás de sessões perdidas na repescagem, o Telecine disponibiliza três longas no Telecine On.Demand: um documentário da Mostra Expectativa 2016, "O Grande Dia" (Le grand jour - 2015), e dois dramas da Mostra Panorama do Cinema Mundial, "O Medo" (Le peur - 2015) e "Ma Ma" (Idem - 2016).

Confira a lista completa de vencedores do Festival do Rio 2016:
Première Brasil:
- Melhor longa de ficção: "Fala Comigo", de Felipe Sholl;
- Melhor longa - documentário: "A Luta do Século", de Sérgio Machado;
- Melhor curta: "O Estacionamento", de William Biagioli;
- Menção Honrosa (curta-metragem): "Demônia, um Melodrama em 3 atos", de Fernanda Chicollet e Cainan Baladez;
- Melhor direção (ficção): Cristiane Oliveira, "Mulher do Pai";
- Melhor direção (documentário): Sérgio Oliveira, "Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos";
- Menção Honrosa (direção de documentário): Marcos Prado, por "Curumim";
- Melhor atriz: Karine Teles, "Fala Comigo";
- Melhor ator: Nelson Xavier, "Comeback", e Júlio Andrade, "Redemoinho" e "Sob Pressão";
- Melhor atriz coadjuvante: Verónica Perrotta, "Mulher do Pai";
- Melhor ator coadjuvante: Stepan Nercessian, "Sob Pressão";
- Melhor fotografia: Fernando Lockett, "Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos", e Heloisa Passos, "Mulher do Pai";
- Melhor montagem: Marcio Hashimoto, "Era o Hotel Cambridge";
- Melhor roteiro: Martha Nowill e Charly Braun, "Vermelho Russo";
- Prêmio Especial do Júri: "Redemoinho", de José Luiz Villamarim.

Novos Rumos:
- Melhor filme: "Então Morri", de Bia Lessa e Dany Roland;
- Melhor curta: "Não Me Prometa Nada", de Eva Randolph;
- Prêmio Especial do Júri: "Deixa na Régua", de Emílio Domingos.

Voto Popular:
- Melhor longa de ficção: "Era o Hotel Cambridge", de Eliane Caffé;
- Melhor longa de documentário: "Divinas Divas", de Leandra Leal;
- Melhor curta: "Demônia, um Melodrama em 3 atos".

Prêmio da Crítica - FIPRESCI:
- "Viejo Calavera", de Kiro Russo;
- "Era o Hotel Cambridge".

Prêmio Félix:
- Melhor longa de ficção: "Rara (Estranha)", de Pepa San Martin;
- Melhor longa de documentário: "Divinas Divas";
- Prêmio Especial do Júri: "Love Snaps", de Daniel Ribeiro e Rafael Lessa.
- Prêmio Suzy Capó Personalidade Félix de 2016: Lea T.

Mostra Geração - Júri Popular:
- "Bruxarias", de Virginia Curiá.


Veja mais sobre:CinemaFestival do Rio

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.