SRZD


19/10/2016 14h02

Como melhorar as finanças pessoais
Raphael Bremenkamp*

Melhorar as finanças pessoais é uma vontade de quase todo brasileiro. Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) relataram que cerca de 58% das famílias brasileiras declararam estar em situação de inadimplência em agosto deste ano. Grande causa desse problema é o descuido do orçamento mensal e o descontrole financeiro.

Como melhorar as finanças pessoais. Foto: Divulgação

O endividamento e a inadimplência são cenários que todos desejam evitar ao máximo, não é mesmo? Que tal melhorar suas finanças pessoais para que esses vilões não te alcancem? Anote essas dicas de Raphael Bremenkamp e saiba como melhorar sua vida financeira e evitar problemas como estes.

6 dicas para melhorar as finanças pessoais:

Controle seus gastos integralmente

Este, sem dúvidas, é o primeiro passo para melhorar as finanças pessoais. Ter controle total sobre seus gastos e estar consciente sobre a parcela que eles representam em relação à sua receita mensal é extremamente importante. Para isso, tenha sempre um caderninho ou agenda com você, ou até mesmo o bloco de notas do celular, e anote todos os seus gastos. Tome nota de absolutamente tudo, até os gastos mais ínfimos que você não acredita que vá influenciar nas suas finanças. Sejam eles gastos recorrentes ou eventuais, registre sempre.

Entenda e domine sua situação

Ao controlar absolutamente todos os seus gastos, você pode dominar melhor a sua situação financeira. Entendê-la e ter domínio sobre ela é essencial para que você saiba seus limites. Isso irá evitar que você faça compras a crédito acreditando que conseguirá pagar por elas ou até mesmo pagar em dinheiro com a convicção de que aquilo não irá influenciar em seu orçamento mensal. Então, tenha consciência da sua situação e tente não extrapolar.

Evite parcelamentos

Parcelamentos podem acabar com qualquer orçamento quando não forem muito (muito mesmo) bem planejados. Isso ocorre, muitas vezes, pois, por mais que você saiba que aquela parcela será descontada no mês, outros gastos inesperados podem aparecer e você poderá se atrapalhar. A melhor forma de evitar isso é fugindo de parcelamentos. No entanto, se não tiver outro jeito e você não puder fugir, adicione todas as parcelas ao seu planejamento mensal. Assim, seu controle sobre esses custos será maior e evitará problemas futuros.

Reserve um fundo de emergência

Ter sempre um fundo de emergência reservado pode ser uma ótima dica para melhorar suas finanças pessoais. Com uma reserva dessas, você evita atrapalhar todo seu orçamento mensal quando, por acaso, tiver de gastar mais do que esperava. Esta dica evita grandes preocupações que ocorrem quando grandes gastos eventuais aparecem e não sabemos como lidar.

Saiba como usar cartão de crédito

Cartões de crédito podem ser verdadeiros vilões na hora de controlar as finanças pessoais. Eles nos dão a falsa impressão de que temos fundos quando essa pode não ser a realidade no momento. Neste artigo, nós explicamos alguns erros recorrentes de usuários de cartões de crédito que podem atrapalhar o planejamento orçamentário mensal e demos algumas dicas de como fazer melhor uso dessa forma de pagamento. Se você quer evitar esses problemas, não deixe de conferir.

Elabore um bom planejamento

Ter um bom planejamento é a base de tudo. Reunindo todas as informações que forem obtidas com as dicas anteriores, você pode elaborar um plano com todos os seus gastos fixos mensais, com alguma estimativa de possíveis gastos eventuais e o quanto você pretende deixar em seu fundo de reservas.

 

*Fonte: BremenkampCF

 

 


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.