SRZD



Dicá

Dicá

CARNAVAL. Ativista negro, embaixador e cidadão samba paulistano de 2004, é compositor, batuqueiro, passista e fundador da Velha Guarda da Rosas de Ouro de Vila Brasilândia, junto com a embaixatriz do samba Maria Helena. É pesquisador cultural e estudioso da cultura popular brasileira e afrodescendente.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



25/10/2016 11h59

Há treze anos Rosas de Ouro perdia seu eterno presidente
Dicá

No ano de 2003 o mundo do samba perdeu grandes personagens, dentre eles, o presidente da Sociedade Rosas de Ouro, Eduardo Basílio.

A máxima de que ninguem é insubstituível, é na verdade, um grande engano: ninguém é substituível.

O criador nos faz a sua semelhança, mas cada um tem sua missão específica e, como seres humanos, somos todos iguais, mas na essência, que é o espírito, somos muito diferentes.

Busto de Eduardo Basílio. Foto: SRZD - Cláudio L. Costa

Por vezes a saudade bate e somos levados a lembrar de alguns desses sambistas que também nos deixaram no ano de 2003. Dentre outros, após cumprirem suas missões, se foram: Elaine Cruz Bichara e a minha amiga e porta-bandeira Nene, que bailava junto ao Jorginho, que também foi antes do combinado, com diz Moisés da Rocha.

Lembrando que esse casal foi um dos grandes na arte da dança de meste-sala e porta-bandeira que vi em ação no Carnaval de São Paulo e na minha querida Rosas de Ouro.

Nesse ano se foram também Chico da Ronda, do Império de Casa Verde, deixando sua aguerrida escola de samba, a nossa "Caçula do samba". Partiu ainda o grande cantor Noite Ilustrada e um dos mais sábios e firmes presidentes, que viveu a frente do seu tempo, ensinando e comandando a grande nação azul e rosa: Eduardo Basílio.

Esse tinha muito a ensinar e assim o fez. Desse eu posso falar, pois lhe acompanhei por algumas décadas...

Tristeza a parte, hoje peguei a caneta para escrever sobre ele, que conheci no ano de 1974, quando cheguei na roseira para o desfile do ano vindouro, levado pelo meu eterno amigo Mug, o poeta da Brasilândia...

Inegavelmente aprendi muitas coisas com o presidente, principalmente a defender nosso pavilhão e andar pelo caminho do bem, onde conheci Maria Helena, que já vinha do início da escola.

Formamos nossa familia e contribuimos para a formação e grandeza que a escola sempre buscou, com honradez, respeito e, acima de tudo, lutando para levar o nosso pavilhão ao mais alto patamar do samba brasileiro.

Nesse curso em que o rio da vida nos leva aprendi que todas as pessoas são insubstituíves, sem exceções! A vida sempre continua para quem fica, mas nada será igual novamente sem aqueles que se foram...

Vivemos Carnavais memoráveis, principalmente na Brasilândia, onde crescemos e de lá saimos em busca de novos horizontes. Descemos o morro da "brasa" e levamos conosco todos os ensinamentos recebidos por mestres como Salá, Zelão da Rosa, Chupin, Bonga, Valtão, Zeca da Casa Verde, Manézinho, Braizinho, Rua, Ivan, Chinês e Nego Dois.

E também de famílias que centralizavam toda cultura ancestral que traziam consigo: Mercedez, Catatau, Paulão Borracha, a familia do Mug, Rubinho, a família do Cordeiro e tantas outras que vinham de celeiros de bambas como o Catimbó, Inferninho, Terezinha, Tiro ao Pombo, Pentado, Servidão, Estrada do Veja, Largo do Icaraí e Itaberaba, formando a comunidade da Brasilândia, que chamamos de "brasa, pois prima por um fogo que jamais se apagará.

Famílias que formavam a comunidade da escola, dando a ela uma notável capacidade de desfile que encantou São Paulo, isso tudo sob a batuta do maestro Eduardo Basílio!

Eduardo Basílio. Foto: Reprodução

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Rosas de Ouro

Comentários
  • Avatar
    25/10/2016 23:43:30Francisco das Chagas FilhoAnônimo

    PARABÉNS !!! BELO TEXTO , LINDAS LEMBRANÇAS !! MUG GRANDE MESTRE E SEU EDUARDO BASÍLIO, GRANDE PRESIDENTE .LEMBRANDO TAMBÉM SEU LUCIANO , UM DOS FUNDADORES ,SEMPRE EDUCADO TRATAVA TODOS MUITO BEM . SEU ZEZINHO , TOMAVA CONTA DA QUADRA SEMPRE DANDO CONSELHOS E ORIENTANDO . SAUDADES DE EDSON BISCOITO , ZÉ DO SAMBA , CABEÇÃO , A MENININHA ANA PAULA OUTROS MAIS . DICÁ , AINDA VOU TOMAR UM CAFÉ CONTIGO , VIVEMOS A MESMA ÉPOCA E NÃO NOS CONHECEMOS . ABRAÇÃO!!!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.