SRZD


12/01/2009 05h58

Você Sabia? - Nelson Piquet e o caso com a princesa de Mônaco
Redação Pit Stop

Piloto brasileiro jamais vai esquecer o GP de Mônaco de 1981 | Foto: F1-Facts.com / sem crédito divulgado

Piloto brasileiro jamais vai esquecer o GP de Mônaco de 1981 (Foto: F1-Facts.com / sem crédito divulgado)

O episódio que é tema da seção "Você Sabia?" desta segunda-feira está mais para lenda do que realidade. Em seu livro "Deixa que eu chuto", porém, o jornalista Renato Maurício Prado garante que realmente aconteceu. A cena é o GP de Mônaco de 1981, sexta etapa daquela temporada. Depois de vencer na Argentina e em San Marino, Nelson Piquet chegava como um dos principais favoritos à vitória no Principado de Mônaco.

Sábado de manhã. Os carros já estão para sair dos boxes para a sessão que antecede o treino classificatório quando a movimentação se torna frenética nos boxes da Brabham. "Onde está ele? Onde ele se meteu?", perguntam os mecânicos em meio ao corre-corre. Aos berros, o chefão Bernie Ecclestone, que na época era o dono da equipe, perguntava onde estava Nelson Piquet. O brasileiro havia sumido e ninguém da equipe parecia ter pistas de seu paradeiro.

Enfim, alguém se lembrou de telefonar para o hotel. Grande parceiro de Piquet, o engenheiro Gordon Murray faz a ligação. Suspense. Um, dois toques, e no terceiro o piloto finalmente atende, com uma voz meio ofegante. "Sabe o que é, Murray", começa a explicar Piquet. "O que é, o que é?, grita Ecclestone, que havia tomado o telefone das mãos do engenheiro. Piquet respira fundo e esclarece a situação:

"A princesa, Bernie. É a princesa... você não quer que eu a deixe na mão, quer?", fala Piquet. Mesmo contrariado, Bernie não quis chatear a Princesa Stephanie. E, no treino da tarde, Piquet cravou a pole position apenas alguns décimos à frente de Gilles Villeneuve. Na corrida, o brasileiro comanda a prova com tranquilidade até encontrar um retardatário desastrado pela frente. Piquet toma uma fechada, perde o ponto de freiada e acerta o guard rail com a sua Brabham. Era o fim de sua corrida.

Mas certamente aquele GP de Mônaco ficou na memória. Depois de encerrar a ligação com Ecclestone, para alegria da princesinha enrolada entre perfumados lençóis de seda, Piquet voltou à cama para mais uma volta rápida...

*A seção "Você Sabia?" é publicada todas as segundas e quartas no Pit Stop


Comentários
  • Avatar
    03/01/2020 17:40:59Wildmar LimaAnônimo

    Também concordo, Piquet foi o melhor do melhores.

  • Avatar
    06/09/2013 11:24:22carlos bandeiraAnônimo

    Piquet, foi e sempre será o MELHOR PILOTO DE F1 DE TODOS OS TEMPOS. Ganhou simplesmente o campeonato mais disputado de todos, o de 1981, e com o carro da Brabham que não era nem a terceira melhor equipe.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.