SRZD


21/01/2009 11h13

O "mundo completo" de Cássia Eller
Luiz Felipe Carneiro

O

"Você não canta, você berra. Cantora é a Marisa Monte!" A célebre frase de Chicão, filho de Cássia Eller deve ter mexido muito com a cantora. Cássia Eller vinha de um álbum e de um show em homenagem a Cazuza ("Veneno Antimonotonia") na qual mostrava a sua veia roqueira mais afiada do que nunca. Entretanto, a frase de Chicão e a sua parceria cada vez mais constante com Nando Reis (que produziu os últimos álbuns de sua carreira) fizeram com que a cantora mudasse de rumo.

Se por um lado o álbum "Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo" (1999) foi um risco, pelo fato de ser o primeiro exclusivamente com canções inéditas, por outro, ele apresentava uma Cássia Eller mais melódica, cantando mais manso. Dessa forma, a cantora carioca deixou de ser "marginal", e conseguiu fazer a ponte perfeita entre os seus velhos fãs e os novos que se encantavam com a nova sonoridade e a descoberta de uma voz que não precisava berrar para mostrar a sua potência. O sucesso foi imenso e o álbum foi o primeiro de Cássia Eller a vender mais de cem mil cópias.

O disco saiu no primeiro semestre de 1999 e o show estreou no Canecão, no Rio de Janeiro, no final de julho do mesmo ano. Como já era de se esperar, as apresentações ficavam lotadas devido aos novos fãs conquistados. Mas a verdade é que em cima do palco quase nada mudou. Se as canções eram um pouco mais pop, Cássia Eller continuava com o seu visual "transgressor" (com um cabelo moicano irado), cuspindo água na plateia, contando piadas, pulando e, principalmente, "coçando o saco", apesar da sua gritante timidez.

Mas agora não tinha mais jeito. Quem torcia o nariz teve que se curvar e reconhecer que Cássia Eller, definitivamente, entrava (mesmo que ainda contra a sua vontade) no panteão das grandes cantoras que este país já teve.

No show de "Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo", as coisas ficaram claramente mais profissionais. Ainda que simples, o show tinha um cenário e uma iluminação eficientes, provavelmente obra de Leonardo Netto, empresário da cantora à época. Apesar do despojamento de Cássia Eller, era tudo muito bem ensaiado, a começar pela sua excelente banda, que contava com Walter Villaça (guitarra), Fernando Nunes (baixo), Lanlan e Tamyma Brasil (percussão), João Viana (bateria) e Chiquinho Chagas (acordeom e teclados).

O show começava com o grande sucesso de seu último álbum. "O Segundo Sol", composta por Nando Reis, foi exatamente a canção que fez com que Cássia Eller explodisse para um público que não a conhecia direito (ou ainda torcia o nariz). E, como todo show de divulgação de uma nova obra, a cantora deu continuidade com canções como "Mapa Do Meu Nada" e o forró "Aprendiz de Feiticeiro". Nesse momento, para fazer o link, Cássia Eller resgatou uma canção que havia algum tempo não apresentava ao vivo: "Coroné Antonio Bento", de Luiz Wanderley e João do Vale, que ganhou uma interpretação visceral que deve ter deixado Tim Maia (que gravou a canção) muito feliz lá no andar de cima. De quebra, a cantora ainda acoplou à canção "O Gosto Do Amor", de Gonzaguinha. Mistura perfeita que somente os grandes artistas conseguem fazer.

E, no decorrer da apresentação, Cássia Eller continuou a surpreender, com "Woman Is The Nigger Of The World" (de John Lennon e Yoko Ono), "Partido Alto" (pérola de Chico Buarque, que foi transformada em um partido-rock, se é que isso é possível...), "Come Together" (de Lennon e McCartney) e "Corpo de Lama" (de Chico Science e Nação Zumbi), na qual Cássia Eller mostrou que ainda berrava, mas agora com muito mais delicadeza.

O show também tinha um momento acústico muito bacana, que começava com a canção "Maluca" (Luís Capucho), de seu último álbum. Em seguida, vinham "Nós" (com Lanlan, Tamyma Brasil e João Viana nos cajones), "Na Cadência do Samba" (clássico de Ataulfo Alves, que a cantora já interpretava em seu show "Violões", e que ganhava uma nova e comovente versão solo apenas com a voz e o violão de Cássia Eller), "Eu Sei" (de Renato Russo, e que nunca havia sido gravada por ela) e "Por Enquanto" (outra de Renato Russo e que foi o seu primeiro sucesso em 1990). O curioso é que nos shows, Cássia Eller introduzia esta canção com os acordes iniciais de "Faroeste Caboclo", que provocava aplausos entusiasmados de uma platéia que tinha esperança de que a cantora se aventurasse na saga de João de Santo Cristo, com os seus quase dez minutos de duração. Fora da parte acústica, Cássia Eller voltou a Renato Russo com o sucesso "1º de Julho", que, aliás, a cantora fez um imenso doce para cantar na semana de estreia no Canecão.

Além do líder da Legião Urbana, Cássia Eller homenageou outro herói seu. Cazuza, que já tinha ganhado um CD e show em sua homenagem, voltava a ser lembrado com o pungente "Blues da Piedade", além do sucesso "Malandragem" (ambas em parceria com Frejat), esta última já no bis, e que ganhou um arranjo lindo com um teclado arrepiante de Chiquinho Chagas.

Algumas canções de "Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo" completavam o roteiro do show, como "As Coisas Tão Mais Lindas", "O Meu Mundo Ficaria Completo (Com Você)", "Um Branco, Um Xis, Um Zero" e "Infernal", que encerrava o espetáculo antes do bis, que tinha, além de "Malandragem", o sucesso "Smells Like Teen Spirit", que foi incluído no roteiro a pedido de seu filho, Chicão. A canção de encerramento acabou se transformando no maior sucesso da turnê, a ponto do ex-baterista do Nirvana (e atual líder do Foo Fighters), Dave Grohl, parabenizar a cantora após a sua apresentação no Rock in Rio de 2001.

Após a vitoriosa turnê, que culminou na histórica apresentação no Rock in Rio 3, Cássia Eller gravou o seu "Acústico MTV" que, até hoje, já vendeu quase meio milhão de cópias. Foi mais uma turnê de imenso sucesso, e que certamente será assunto dessa coluna em breve.

Infelizmente, no dia 29 de dezembro de 2001, a voz da maior cantora do Brasil de todos os tempos (juntamente com Elis Regina) foi calada. Ainda bem que temos momentos como esses para relembrar...

Abaixo, a canção "O Segundo Sol", canção de abertura do show.


Veja mais sobre:Shows Históricos

Comentários
  • Avatar
    28/08/2009 10:20:40Daiane FonsecaAnônimo

    Galera blzzz....preciso saber qual o nome da musica da Cassia Eller que tá tocando nas rádios...é nova, tipo, foi lançada por agora....não sei se resolve, mas tá tocando na oifm....se alguém souber....me falem ...rsrs ... obrigada!

  • Avatar
    27/07/2009 18:38:30GustavoAnônimo

    por favor preciso de saber se alguem sabe onde encontra o cd da cassia eller q tem umaflor azul na capa estouprecisandomuito me respondam por favor

  • Avatar
    22/01/2009 20:07:24luís capuchoAnônimo

    Eu fui nesse show e falei com a Cassia no camarim. Foi emocionante!

  • Avatar
    22/01/2009 01:50:42EzequielAnônimo

    Tudo sobre a Legião Urbana história | fotos | linha do tempo | notícias | curiosidades | músicas | Vídeos | donwloud visite www.forcasempre.com.br ________________ __ ainda somos a Legião!

Comentar