SRZD


29/01/2009 10h55

Os 5+ do Pit Stop - Cinco acidentes fatais bizarros
Gustavo Coelho

A Fórmula 1 sempre foi um esporte perigoso, mas já não convive com a sombra da morte como em suas primeiras décadas de existência. Na época mais romântica da categoria, pilotos perdiam a vida até em batidas estúpidas. Na lista abaixo, confira cinco dos acidentes fatais mais bizarros que a Fórmula 1 já teve:

5. Luigi Musso e o carro sabotado

Foto: Extraída de www.f1-facts.com / sem crédito divulgado

O acidente fatal do italiano Luigi Musso jamais foi bem explicado. O que se sabe é que Musso saiu da pista em alta velocidade no GP da França de 1958, como se tivesse perdido os freios, justamente na curva mais fechada do circuito de Reims. Bateu e não teve como escapar dos ferimentos. Tempos depois, veio a explicação: Musso estava sendo ameaçado por dívidas de jogo e o seu carro foi sabotado. Essa tese, embora nunca comprovada, se tornou a lenda para explicar o estranho acidente do piloto da Ferrari.

4. Helmuth Koinigg e o guard-rail mal fixado

Foto: Extraída de www.gptotal.com.br / sem crédito divulgado

O austríaco Helmuth Koinigg talvez tenha protagonizado o acidente de mais azar que resultado em morte na Fórmula 1. Durante o GP dos Estados Unidos de 1974, o austríaco vinha no meio pelotão quando sofreu uma falha de suspensão no trecho mais rápido do circuito. O carro bateu em velocidade relativamente pequena, mas o guard-rail mal fixado não resistiu. A barreira de proteção levantou e o carro passou por debaixo dela. O pobre Koinigg terminou decapitado, enquanto seu carro ficou quase intacto.

3. Giulio Cabianca e o acidente com o motorista de táxi

Extraída de www.forum-auto.com / sem crédito divulgado

Piloto de testes da Ferrari no início dos anos 60, o italiano Giulio Cabianca fez apenas três provas na Fórmula 1 e chegou a obter um quatro lugar no GP da Itália de 1960. Em junho de 1961, enquanto treinava na pista de Modena com um Cooper, o piloto ficou com o acelerador emperrado e morreu num acidente bizarro. Seu carro deixou o circuito, que era situado no meio da cidade, e entrou numa via pública, onde colidiu de frente com um táxi. Cabiana, o motorista e outros dois ocupantes do táxi morreram na batida.

2. Alan Stacey e o choque com um pássaro

Foto: Extraída de www.grandprixinsider.wordpress.com / sem crédito divulgado

Um dos pilotos britânicos mais promissores no fim da década de 50, Alan Stacey desapareceu subitamente por causa de um estúpido acidente no GP da Bélgica de 1960. O inglês fazia boa corrida e ocupava o sexto lugar quando foi atingido no rosto por um pássaro, justamente na curva mais rápida do perigoso circuito de Spa-Fracorchamps. A Lotus de Stacey se desgovernou e caiu numa ribanceira. Até hoje, não se sabe se o piloto morreu com a pancada do pássaro ou no acidente, em si. O fato é que Stacey já estava inconsciente quando seu carro saiu da pista.

1. Tom Pryce e o bombeiro que atravessava a pista

Foto: Extraída de www.f1-facts.com / sem crédito divulgado

O mais bizarro acidente fatal da Fórmula 1 é certamenta aquele que vitimou o galês Tom Pryce no GP da África do Sul de 1977. Durante a corrida, o italiano Renzo Zorzi, parceiro de Pryce na equipe Shadow, sofreu uma quebra de motor na reta principal. Dois bombeiros resolveram atravessar a pista com extintores de incêndio. O segundo deles, Frederik Jansen Van Vuuren, de 19 anos, foi atingido em cheio por Pryce e morreu na hora. O piloto também teve morte instantânea porque o extintor que o jovem bombeiro carregava bateu exatamente em seu capacete.

*A seção "Os 5+ do Pit Stop" é publicada todas as terças e quintas no Pit Stop
**Fotos:
Helmuth Koinigg - Extraída de www.gptotal.com.br / sem crédito divulgado
Giulio Cabianca - Extraída de www.forum-auto.com / sem crédito divulgado
Alan Stacey - Extraída de www.grandprixinsider.wordpress.com / sem crédito divulgado
Luigi Musso e Tom Pryce - Extraídas de www.f1-facts.com / sem crédito divulgado


Veja mais sobre:Pit Stop 5+

Comentários
  • Avatar
    25/02/2011 11:10:29Selder Carlos Araújo de SouzaAnônimo

    Dos que eu vi, o mais bizarro foi o acidente do galês Tom Pryce. Quando ele atropelou o fiscal de pista que também faleceu no local. E uma cena que me deixou chocado neste acidente é que tanto o outro fiscal como Renzo Zorzi não deram a atenção ao fiscal falecido próximo a eles.

  • Avatar
    17/12/2009 15:08:48Marcelo AssisAnônimo

    Lucas, é porque você não viu o acidente do Tom Pryce. A sua opinião mudaria rapidinho...

  • Avatar
    07/09/2009 11:59:36lucasAnônimo

    nossa, pra mim o acidente mais bizarro foi o do Giulio Cabianca, po o cara sai da pista e bate num taxi, e no final todo mundo morre po!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.