SRZD


04/04/2009 10h52

Operação da Prefeitura recolhe 68 moradores em situação de rua no bairro de Copacabana
Redação SRZD

Sessenta e oito pessoas em situação de rua foram acolhidas durante uma operação coordenada pela subprefeitura da Zona Sul, em conjunto com a 5ª Região Administrativa, na manhã deste sábado (4), no bairro de Copacabana.

A ação, baseada em denúncias de moradores, passou por toda a extensão da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, por quase todas as suas transversais e pela Rua Barata Ribeiro.

Entre as pessoas acolhidas estavam dois idosos, seis adolescentes e uma criança. Após serem interrogados na Delegacia de Ipanema (13ª DP), os adultos foram encaminhados na para o abrigo da Prefeitura na Praça da Bandeira; os adolescentes foram levados para um abrigo no Centro do Rio.

A operação, coordenada pelo assessor da subprefeitura Raphael Gattás, contou ainda com o apoio de oito homens da Guarda Municipal, quatro agentes da secretaria de Assistência Social, dois policiais militares do 19º BPM (Copacabana) e dois agentes de trânsito.


Comentários
  • Avatar
    19/03/2010 00:52:27ED pillsAnônimo

    groupitaly mentorship rhctotal kadalundi acts juvenile interface initiation financing chart yearshown

  • Avatar
    04/04/2009 11:28:26Paulo Henrique da SilvaMembro SRZD desde 07/04/2009

    Uma pena que em menos de 1 semana eles voltarão para as nossas calçadas. O problema do morador de rua não se resolve simplesmente recolhendo os das ruas mas algo precisa ser feito com mais rigor. Copacabana está repleta de pessoas jogadas ao chão, aqui na Nossa Senhora de Copacabana são muito mais de 50 e na areia da praia em baixo dos coquerios são muito mais. Pode parecer e até pode ser preconceituoso mas não quero sair de casa e me deparar com pessoas jogadas no chão. Uma nova socialização tem que ser feita com essas pessoas e caso elas prefiram ( ja ouvi muito dos moradores que ficam na porta da minha casa ) ficar na rua pois a esmola é boa, elas precisam ser punidas. Sei que elas tem o direito de IR e VIR. Mas nós não temos mais ?

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.