SRZD



Sidney Rezende

Sidney Rezende

ATUALIDADE. Jornalista, diretor do SRZD e um dos profissionais mais inovadores do país.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



07/05/2009 22h58

Dilema Ético
Sidney Rezende

Não é fácil decidir. O incansável chefe de Redação do SRZD , Alberto João, liga para minha casa tarde da noite e me faz uma consulta: "A Patricia (Fahlbusch) identificou e localizou o morador do Rio que está com a suspeita de ter contraído a febre suína(H1N1). Temos o nome. Vamos dar ou não?"

Ele e eu conversamos sobre ética e sobre o risco de darmos publicamente o nome. Tínhamos o dever de preservar a identidade. Eu disse de imediato e Alberto concordou. "Vamos dar as iniciais, mas em negrito vamos informar ao público que temos a identificação, mas que por razão editorial optamos em não noticiar". Fechamos posição.

Mais uma ligação. Surgiu outro problema. "Sidney, nós conseguimos também a foto e encontramos o endereço no Orkut", disse Alberto. Voltamos a fechar posição, não vamos dar.

Mas decidimos também que se a Patrícia conseguisse a foto do grupo da excursão onde estava o brasileiro com suspeita da doença, daríamos foto. Mas a Patrícia não nos deu sinal verde. O seu trabalho de investigação, jornalísticamente falando, foi exemplar. Seria pedir demais. Ela descobriu tudo. Apostou no seu faro e seguiu em frente. Mérito da repórter perdigueira.

Entre uma ligação, e outra, consultei o meu filho Francisco que é diretor do Portal. Ele também concordou que não deveríamos dar nem nome e nem foto. Encerramos nossas ligações.

O Alberto ratificou que daríamos só as iniciais. No entanto, a foto do orkut, sem o endereço para bisbillhoteiros, poderia ser dada na medida que somente as pessoas mais próximas a identificaria e estas já sabem que o paciente está internado. Relutamos muito, mas decidimos o risco calculado.

Fixamos esta posição e botamos no ar. De madrugada refuguei, e tirei a foto. Peço seu julgamento: erramos ou acertamos? O que você faria se tivesse nos nossos lugares?


Comentários
  • Avatar
    05/08/2009 10:14:38FernandoAnônimo

    Sidney, é permitido aos jornais divulgarem o nome de vítimas ou pessoas envolvidas em algum crime nos jornais ? A pessoa não poderia acionar a justiça ?

  • Avatar
    15/05/2009 12:30:07AidêAnônimo

    Sem dúvida o que voces demonstraram foi ética e respeito pelas pessoas.

  • Avatar
    11/05/2009 17:47:42Maria Eduarda NovaesMembro SRZD desde 09/04/2009

    tambem acho que essa divulgação nao seria nenhum serviço de utilidade publica, mas sim de invação de privacidade, e altamente prejudicial.

  • Avatar
    11/05/2009 16:27:24Isabela CarneiroAnônimo

    Você gostaria de ver sua cara e seu nome estampado em todos os jornais? Que diferença faz a identidade da pessoa que pegou, se o que mais importa, nesse momento, é como fazer com que outras pessoas NÃ?O peguem essa gripe.

  • Avatar
    11/05/2009 16:01:30selma vianaAnônimo

    Excelente Sidney. Além de ser ético, com essa atitude, você só reafirma um princípio jornalístico: responsabilidade, que desemboca na credibilidade. E credibilidade combina muito com sucesso. E só mais uma coisa. Hoje em dia o conceito de furo jornalístico descambou. Ã? capaz de dizerem que um veículo levou um furo porque não mandou equipe para uma coletiva. Ã? capaz de dizerem que você tomou um furo porque não foi atrás das inverdades que a imprensa divulga DIARIAMENTE. Parabéns pela opção de não ser imprudente! Te admiro.

  • Avatar
    10/05/2009 23:28:53Fatima MirandaAnônimo

    Querido Sidney, sempre etico! Parabens pelo furo,parabens pela etica, parabens pelo ser humano! Com certeza vcs fizeram certissimo! Nao divulgar o nome, a foto, somente as iniciais ... Infelizmente, se vcs colocassem o nome, a foto, coitada da pessoa! Iriam trata-lo como um ET ... Bjs

  • Avatar
    10/05/2009 20:41:28Norberto Oliveira da SilvaAnônimo

    Meu caro Sidney Resende esta é uma posição muito dificio de ser tomada na medida que a noticia chega e logo tem que decidir em divulga-la de imediato porem a sua posição foi corretissima em não divulgar o nome do portador da doença ja que o diagnostico da doença e o bairro do portador estes seriam para mim o mas correto um grande abraço Norberto.

  • Avatar
    10/05/2009 19:13:32JudithmariaAnônimo

    M.LIMA, entendo a sua indignação e preocupação, mas acho que o SRDZ agiu corretamente.Jornalismo sem ética não tem credibilidade.

  • Avatar
    10/05/2009 01:19:18LISONAnônimo

    Saudações! Penso que o procedimento correto, uma vez preservada a imagem, vocês atenuaram aflições junto a família da suposta vítima. Parabéns! LISON.

  • Avatar
    09/05/2009 22:38:27Claudia MacielAnônimo

    Ã?, MLIMA, sob este ponto de vista você está certo. Não havia pensado nisso. Ã? mais válido prejudicar a imagem de uma pessoa do que levar muitas à morte. Estes que com quem ele teve contato, vendo a foto, estariam agora em alerta quanto aos sintomas.

  • Avatar
    09/05/2009 16:15:27MLIMAAnônimo

    DESCULPE-ME SIDNEY, MAS VOU DISCODAR DE TODOS E DE VOCES DO SITE!!!! TINHA QUE DIVULGAR A FOTO SIM DESTE INFELIZ, QUE VAI A UM HOSPITAL, NÃ?O DIZ QUE PASSOU, QUE ESTEVE NUMA AREA CONTAMINADA, COLOCANDO EM RISCO QUASE 500.000 PESSOAS!!!!!! JÁ DEU PRA NOTAR QUE ESTOU P..... DA VIDA NÃ????????? ESTE HOSPITAL QUE ESTE .........FOI Ã? QUASE AO LADO DA MINHA CASA!!!!!! COMO UM CARA VAI A UM HOSPITAL COM UMA DOENÃ?A PERIGOSA, NÃ?O DIZ QUE ESTEVE EM ÁREA DE RISCO DA DOENÃ?A E AINDA CULPA O HOSPITAL DE NEGLIGENCIA NO ATENDIMENTO???? FICOU DUAS HORAS EM CONTATO COM OUTROS PACIENTES NUMA SALA DE EMERGENCIA, QUE POR SI SÃ? Ã? FECHADA, PESSOAS QUE JÁ ESTÃ?O DEBILITADAS, PORTANTO, COM BAIXA IMUNIDADE, TEVE CONTATO COM OS FUNCIONÁRIOS DO HOSPITAL, DEZ, NÃ?O FALA NADA E VAI EMBORA, POIS OS SINTOMAS ERAM DE UMA GRIPE NORMAL, PORTANTO FOI LIBERADO E AINDA CULPA O HOSPITAL??!! ESTE HOSPITAL Ã? COMO UMA EMERGENCIA NA ILHA DO GOVERNADOR, POIS ACEITA PRATICAMENTE TODOS OS PLANOS DE SAUDE. Ã? UM HOSPITAL GRANDE, CAPAZ DE ATENDER MUITAS PESSOAS E TODOS O PROCURAM!!!! ELE TEVE CONTATO COM CINCO PACIENTES, COMO DIZ O OUTRO POST SOBRE A ENTREVISTA DO CHEFE DE EMERGENCIA DO HOSPITAL SANTA MARIA MADALENA!!! ESTE CINCO PACIENTES NÃ?O FORAM IDENTIFICADOS!!!! OLHA A BESTEIRA QUE ESTE INFELIZ FEZ!!! EU QUERO VER A CARA DELE SIM!!!! ELE TEM O DIREITO DE SER ESCONDIDO PARA NÃ?O SER CRUCIFICADO E NÃ?S DA ILHA DO GOVERNADOR NÃ?O TEMOS O DIREITO DE NOS PROTEGER DESTE IMBECIL E TODOS QUE O CERCAM???? CARAMBA, QUE INCONSEQUENTE!!!!!! GENTE, ESTOU P.....DA VIDA!!!!!!!!!!

  • Avatar
    09/05/2009 15:21:23Fernando CuriAnônimo

    Sidney: Parabéns pela decisão tomada. São atitudes como essa que fazem a diferença entre o bom e o mau profissional. No que diz respeito a mídia de um modo geral essa diferença é de fundamental importância pois a qualidade do profissional da área, com raríssimas exeções, nos dias de hoje, é lastimável. Acredito eu que a maior ferramenta do midiático são exatamente as questões éticas e morais, pois saber se comunicar, para quem é do ramo, com o aprendizado técnico juntamente com o "dom", a coisa se torna relativamente fácil. Agora, quando as decisões como essa se fazem necessárias, onde você tem que optar pelo sacrifício do interesse imediato em nome da qualidade, não só da notícia, mas, sonbretudo, a pessoal, aí é que está a grande questão. Felizmente vocês, na minha modesta opinião, fizeram a opção certa sem o sacrifício da essência da matéria, com isso satisfazendo a todos de forma clara e objetiva. Continue pois vocês são fundamentais para nós, os internautas, como garantia de seriedade e qualidade do trabalho. Fernando Curi (Curitiba)

  • Avatar
    09/05/2009 15:16:58Leonardo GuedesMembro SRZD desde 09/04/2009

    A foto do Orkut, nem pensar. Acho exposição demais. Com relação as iniciais, aparentemente não há problemas, mas temos um certo risco: uma pessoa mal-intencionada pode descobrir de um algum jeito comparar as fichas do hospital onde o doente está internado e fazer a divulgação do nome completo da pessoa. Mas aí a responsabilidade seria dessa pessoa mal-intencionada, não do site. Denominar o cidadão no texto com substantivos e expressões comuns relacionados ao caso, como "o suspeito de estar infectado", ou então o "infectado", o "contaminado" sem dar nenhuma indicação sobre sua identidade é uma saída boa.

  • Avatar
    09/05/2009 10:15:04Monica AraujoAnônimo

    Como sempre , mas uma bola dentro Sidney. Dividir com seus leitores sempre foi a meta de construção do seu site, que por sinal na minha opinião é um dos melhores sites jornalísticos do momento. Sobre o tema , nunca fui a favor de divulgação de nomes e fotos , sem autorização.

  • Avatar
    08/05/2009 19:42:43João FigueiredoAnônimo

    Acho que só as iniciais bastam... ou perguntar aos familiares se a foto poderia ser veiculada..

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.