SRZD


03/06/2009 10h24

FAB encontra mais destroços do avião desaparecido da Air France
Redação SRZD

FAB encontra mais destroços do avião desaparecido da Air France. Foto: Reprodução de TV A Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou na madrugada desta quarta-feira mais destroços do Airbus A330, que desapareceu após decolar do Rio de Janeiro, no último domingo. O material foi identificado às 3h40, em quatro pontos diferentes a 90 quilômetros ao sul da  região que foi coberta pela aeronave da Aeronáutica na terça-feira.

O coronel Jorge Amaral, responsável pela comunicação social da Aeronáutica,  detalhou os destroços encontrados:  um objeto com sete metros de diâmetro, 10 objetos, sendo alguns metálicos e uma mancha de óleo de cerca de 20 quilômetros. O material estava espalhado em uma área de cinco quilômetros no mar. Segundo ele, a maior concentração de peças do Airbus está em aérea brasileira.

O coronel informou também que 11 aviões estão a disposição da equipe de buscas na base de Fernando de Noronha. Além de um navio francês e outro holandês, que já trabalham na região para colaborar com as buscas.

A França é a responsável pelas investigações do acidente, enquanto o Brasil cuida do resgate dos destroços. O material recolhido deve ser encaminhado para uma base em Recife.

Amaral ressaltou ainda a importância em localizar a caixa-preta da aeronave para que possa ser possível elucidar o que aconteceu com o avião.

Parentes comovidos com novos destroços

Na base de atendimento montada pela companhia aérea no Hotel Windson, na Barra na Tijuca, Zona Oeste do Rio, estão cerca de 40 familiares de pessoas que estavam a bordo do voo 447. Eles ficaram extremamente comovidos, quando souberam do encontro de novos destroços do avião. Alguns parentes já negociam com a empresa a ida para o Recife, onde poderão acompanhar mais de perto o trabalho de buscas.


Veja mais sobre:Voo 447Air France

Comentários
  • Avatar
    04/06/2009 07:42:05iranAnônimo

    onde estar os subimarino de primeiro mundo para faze esta busca,os home da terra precisa aprede muita coisas aida.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.