SRZD


23/07/2009 14h43

Sinopse da Unidos de Padre Miguel
Redação SRZD-Carnavalesco

Enredo: "Aço - Universo presente na riqueza da terra, o futuro ti pertence"

Muitas histórias fabulosas foram contadas ao longo dos séculos, descrevendo como o ferro meteórico caia na Terra enviado do Universo Cósmico como uma dádiva dos deuses aos homens. A própria Mitologia Grega narra que Hera, envergonhada de ter dado à luz a um filho tão disforme, Vulcano, atirou-o no espaço. Depois de haver rolado todo o dia nos ares, seu corpo precipitou-se em direção à Terra, na forma de meteoritos, vistos na Terra pelos pré-históricos como verdadeiros pássaros de fogo ou estrelas cadentes que atingiam brutalmente a superfície, abrindo-lhe enormes crateras.

Vulcano é o deus do ferro e do fogo.

Logo, ferro no fogo gera seu variante, o aço, e aí começa a evolução...

Com o domínio do fogo pelo homem, provavelmente a primeira produção de ferro foi obtida acidentalmente, ao colocar o minério numa fogueira, para protegê-la. Mas sem tecnologia básica, sua produção permaneceria adormecida por vários séculos...

Com a fabricação de fornos caseiros, que produziam mais calor, o ferro passou a ser utilizado com mais freqüência, especialmente em armas de guerra ou caça, como espadas, facas, couraças... beneficiando todas as civilizações antigas, até os povos medievais, que criaram armaduras e escudos, usados como objetos de defesa pessoal nas chamadas Cruzadas, objetivando conquistar novas terras.

Mas, a grande mudança aconteceu com a Revolução Industrial, modificando totalmente a metalurgia, a siderurgia e o mundo: o uso de altos-fornos e máquinas a vapor, transformando o ferro e o aço no mais importante material de construção. Há um momento na história em que o ferro e o aço passam a ser empregados com tão diversificados fins, que é inevitável o registro desse material como um fator essencial para as transformações de toda ordem por que passou a sociedade. Este momento é o século XIX.

De lá para cá, prestemos atenção a tudo que está a nossa volta. Poderemos perceber que grande parte dos objetos é feita de aço. É a liga metálica mais importante da vida moderna. Automóveis, aviões, navios, linhas de transmissão de energia, redes de telefonia, tubulações de água, dos talheres a panela, entre muitas outras coisas, existem por causa do aço. É vital em muitas máquinas e equipamentos que tornam possível à humanidade facilidades e benefícios. Pode-se até dizer que o poderio econômico de uma nação está diretamente ligado ao consumo per capita de aço. Dessa forma, é difícil imaginar o mundo sem a sua presença.

E, com este espírito de força de vontade (de aço), é que pisaremos a Sapucaí: com garra e determinação! Este presente dos deuses, riqueza da Terra, retornará aos céus manufaturado, em forma de uma grande nave espacial, levando a alegria do Carnaval ao Universo. É o ciclo evolutivo do aço, que será formado e fechado na nossa Usina Siderúrgica Unidos de Padre Miguel.

Defesa e Justificativa do Enredo
 
Alô, Vila Vintém!

Chegou a hora de exaltarmos a evolução, afinal estamos no século XXI, e esta exaltação será feita focando sua principal causa: o AÉO!

Então, neste carnaval 2010, lançamos o enredo: "Aço: Universo presente na riqueza da Terra - o futuro a ti pertence", onde serão abordados, em desfile, sua origem mitológica, sua história geral, seu preparo na siderurgia e suas aplicações no cotidiano das populações.

A intenção de nossa Agremiação é formar e fechar o ciclo evolutivo do aço, vindo do Universo Cósmico, em forma de meteorito - o ferro, sua descoberta como riqueza natural e conseqüente evolução da humanidade, retornando a esse mesmo Universo, manufaturado na Usina Siderúrgica Unidos de Padre Miguel em forma de uma grande nave espacial, ou nave da folia, que levará a alegria do carnaval, em agradecimento ao presente enviado pelos deuses.

E o futuro? Podemos imaginá-lo sem a presença do aço e suas diferentes utilizações? A resposta é negativa.

Portanto, o futuro a ele, aço, pertence!

É o aço! É a evolução!

É carnaval! É Unidos de Padre Miguel!

Os Carnavalescos,
Edward Moraes e Guilherme Alexandre


Comentários
  • Avatar
    25/07/2009 00:03:15João Wanzeler de Oliveira FilhoMembro SRZD desde 08/04/2009

    Com esse tema, que é forte quanto a composição do aço, creio que a UPM, vai com um enredo prá avenida, com bastante conteúdo, pois em se tratando de criação, a dupla de carnavalescos da Unidos já deu mostras cabíveis da sua competência, haja visto o que nos apresentou no carnaval passado. Como a história retrata, através dos tempos, o aço está inserido nos mais diversos aspectos, desde o instrumento mais rudimentar, com a sua aparição a milhares de anos a.C., aos mais perfeitos, com o desenvolvimento da tecnologia; passando pela mitologia, como foi muito bem exposto numa sinopse clara e concisa, nos dá mostras do que vai acontecer, quando a escola pisar na avenida e mostrar todo o seu potencial. Parabéns pela criação e que tenham êxito no seu propósito.

  • Avatar
    24/07/2009 22:26:30Luiz Carlos Reinaldo CavalcanteMembro SRZD desde 08/04/2009

    Mais uma vez O G.R.E.S Unidos de Padre MIguel,mostra a que veio.Os carnavalecos estão de parabéns.Depois de nos deliciar com um saboroso vinho em 2009,os artistas vão mostrar que o AÃ?O da um bom tabalho,sinopse muito bem detalhada,didática e acima de tudo,histórica,mitológica e futuristica.Preparem-se para verem um grande show de arte na avenida.PARABÃ?NS e rumo a vitória.

  • Avatar
    24/07/2009 18:42:20odracir novachsMembro SRZD desde 25/05/2009

    Ola amigos carnavalescos Venho acompanhando a Unidos de padre Miguel há seis anos Noto que a evolução desta escola esta na base da bateria Com a chegada do mestre Koé (in-memorian) houve uma mudança radical na escola O boi vermelho pensava pequeno se apequenava diante das demais há cinco anos voltou-se a pensar grande e como pensamento estava grande a escola engrandeceu foram quatro títulos em cinco anos só não houve o 5º titulo somente os jurados podem dizer. Hoje a UPM já é uma das favoritas para o titulo da LESCA em 2010 tem um enredo belíssimo e o principal, sua base seu coração continua grande muito grande MESTRE DUDU esta mais maduro mais responsável sabe onde coloca os pingos nos seus lugares, tem uma diretoria de bateria invejável: Alan: Grande Rio, Salgueiro, Portela mocidade Hugo: Portela, Império, Mangueira, vizinha faladeira ETC... Paulinho: mocidade, renascer, Sereno, beija-flor Dinil: quem não conhece o chocalho do rio Edu Dudu: mocidade, Grande Rio, Estácio, Império e Vila Isabel Dr. Kuika: Mocidade, império, Tradição, Etc... Enfim todos os que eu lembrei fora os achegados que no momento me falta na memória, Por esta coisas e a comunidade que apóia esta escola parabéns UPM.

  • Avatar
    24/07/2009 13:29:47Antônio Carlos SantanaMembro SRZD desde 07/04/2009

    Gostaria de dar meus parabéns, ao Mestre de Bateria DUDU, pois ele está trazendo a Unidos de Padre Miguel, um contexto na bateria, lindo, um andamento que é surpreendedor, no que tange as paradinhas, bossas, etc, caramba, igualando-se a Mestre Odilon, mas com o seu toque pessoal, Parabéns ao meu querido amigo e mestre DUDU, por todo seu trabalho na UPM.

  • Avatar
    24/07/2009 13:08:24LUIZ GUILHERME ALEXANDREMembro SRZD desde 07/04/2009

    Obrigado pelos comentários, é muito bom saber que conseguimos nosso objetivo: o de mostrar o enredo de forma clara e precisa, pois nossa preocupação é sempre a de fazer o público saber o que está se passando na avenida, compreendendo o que está vendo. Jonathan, obrigado pelo comentário e por nos ter alertado quanto à mudança do século XXI para XIX, estamos atualizando para republicar. Joana, realmente o aço, como qualquer outro material (humano ou não) possui dois pólos (o positivo e o negativo), depende muito em que ângulo se analisa a situação. Mostraremos, sim, o lado bélico do aço em um de nossos carros, mas não faremos e nem queremos fazer do aço uma bandeira de apologia à violência, que já vemos demais no dia-a-dia. Afinal é carnaval, e usamos a linguagem carnavalesca para transmitir cultura (a boa cultura), obrigação de quem tem a oportunidade de se expressar para um grande público (especialmente o nosso povo, tão sem acesso à Educação!). Saudações vermelho e branco.

  • Avatar
    24/07/2009 02:16:42agnaldoMembro SRZD desde 24/07/2009

    Ã? cada sinopse!!!!! Padre Miguel tá shouw, gostei muito... Sinopse curta e objetiva, nos passa com facilidade a proposta do enredo (tema) claramente. Teremos um belo desfile...Aliás o grupo poderia ser chamado de GRUPO ESPECIAL DA LESGA (ao menos p/ o ano 2010), as escolas estão com propostas maravilhosas....

  • Avatar
    24/07/2009 01:15:25Jonathan Luiz Pereira CarneiroMembro SRZD desde 07/04/2009

    Gostei da sinopse!!Mas não entendiii??Estamos no seculo XIX??Antes de publicar deveria ter uma revisão.

  • Avatar
    23/07/2009 20:00:52Paulo Geroldo CaetanoMembro SRZD desde 07/04/2009

    Concordo plenamente com a Denise, esta sinopse é uma aula. Uma das coisas que não gosto no carnaval é de ler as sinopses dos enredos, geralmente muito extensas e cheias de viagens dos carnavalescos. Esta é o contrário, simples e direta, como deve ser uma sinopse na acepção da palavra. Parabéns aos carnavalescos da Unidos de Padre Miguel.

  • Avatar
    23/07/2009 19:23:28joana angélicaMembro SRZD desde 13/07/2009

    O AÃ?O DA ESPADA E DO BISTURI Ã? O MESMO DAS BALA DE REVOLVER.E DAS ARMAS DE GUERRA..NÃ?O PODE FALTAR!!

  • Avatar
    23/07/2009 17:58:24DeniseMembro SRZD desde 08/04/2009

    Severo, essa sinopse é uma AULA. Ela conta toda a história da humanidade, tendo como fio condutor o tema proposto. Mjuito boa. O problema é desenvolvê-la no Acesso, com limitação de tempo, alas, carros etc. Taí a diferença de uma escola tradicional. Mesmo com balha na agulha na atualidade, a Unidos não se deixou seduzir por futilidades. Continua fazendo enredos consistentes e interessantes, aliados a um bom gosto estético surpreendente. Esse desfile da Lesga, se bem organizado, vai dar o que falar. A Liesa tem de rever urgentemente seus regulamentos, pois privar o grande público de ver escolas em ascensão como Padre Miguel, Rocinha e Renascer apenas vai revelar o quanto escolas tradicionais têm sido beneficiadas para se manter na elite, mesmo fazendo carnavais muito aquém da expectativa. Tem muita escola acomodada no Grupo Especial. Tá na hora de haver uma oxigenada no GE, antes que seja tarde demais.

  • Avatar
    23/07/2009 17:39:08luiz carlos severo diniz (severo)Membro SRZD desde 18/05/2009

    Achei a sinopse muito motivadora e didática,,,,,,,, que o nosso Glorioso São Jorge, agora com a ajuda do Deus Vulcano nos propicie a inspiração de belas composições para a disputa de sambas enredos e nos oriente na escolha do melhor, para virar nosso hino no carnaval de 2010 ...... O aço que fabrica a espada é o mesmo que fabrica o bisturi ,,,,,,,,, AVANTE UNIDOS DE PADRE MIGUEL ! ! ! !

  • Avatar
    23/07/2009 17:35:58DeniseMembro SRZD desde 08/04/2009

    Show. Do tema fez um bom enredo, com ligação mitalógica e futurita. Bela sacada. Uma pena que a escola vai desfilar sob a luz do dia, pois estaremos no horário de verão. Um enredo futurista, ao estilo da velha Mocidade, era tudo que Padre Miguek queria. Desejo muita sorte para a escola.

Comentar