SRZD


31/07/2009 18h26

Comédia 'Até que a sogra nos separe' reestreia no Rio
Redação SRZD

Comédia 'Até que a sogra nos separe' reestreia no Rio. Foto: Divulgação A ideia era escrever uma peça sobre os desgastes de um casamento de dez anos entre uma atriz e um biólogo. Mas o autor era um solteiro de apenas 24, cujo currículo amoroso só contabilizava um namoro de dois anos e relacionamentos curtos. Conhecimento de causa e experiência lhe faltavam, mas, mesmo assim, Anderson Oliveira desatou a escrever, com a ajuda da amiga e atriz Maria Clara Horta. O processo durou seis meses, e, em determinado momento, uma personagem peculiar apareceu para uma visita. "A mãe do marido, Dona Gioconda, simplesmente surgiu no texto. E acabou ficando", conta Oliveira. A intervenção da mamma siciliana revolucionou tanto o enredo que, de Amor à bolonhesa, o nome do espetáculo foi mudado para Até que a sogra nos separe. A peça reestreia nesta sexta-feira, no Teatro Ipanema, no Rio.

Cheia de tiradas sarcásticas (que têm como alvo qualquer um que cruze seu caminho), a personagem da sogra foi baseada na mãe, tia e avó materna de Oliveira. "São mulheres de personalidade muito forte e um humor bem ácido. Várias falas que provocam gargalhadas no público realmente foram ditas por elas", conta. No entanto, é de praxe um homem interpretar a personagem. O primeiro a subir no salto para encarnar a mamma foi Fábio Porchat (Comédia em Pé), em 2003. Oliveira, que acumula as funções de autor, diretor e produtor, passou a interpretar a sogra a partir de 2007. Ele diz que boa parcela do público deixa escapar gritos de surpresa quando ele tira a peruca, ao fim da peça. Principalmente as sogras de verdade. "Elas se identificam muito com a Gioconda e levam um susto ao ver que aquela mulher, de 60 anos, era um homem de 30 o tempo todo", diz.

A peça fez turnê pelo estado do Rio em 2007 e 2008, onde foi apresentada em nove cidades, tais como Macaé, Paraty, Duque de Caxias e Cabo Frio. Em março, estreou na capital, onde fez temporada de um mês no Teatro Ipanema. Apesar de curta, a passagem pela Zona Sul deixou um gostinho de quero mais, como revela o diretor do teatro, Carlos Suka. "Quando a peça acabou, o público passou a ligar, perguntando quando ia voltar", comenta. Foi o suficiente para convidar a "Sogra" a retornar ao palco do Ipanema. Daniel Müller, que interpreta o filho de Gioconda e ainda encabeça a produção do espetáculo, explica o porquê do sucesso de público. "O texto fala de situações pertinentes a qualquer família, não importa origem, raça ou religião. Quem é que nunca teve problemas com uma sogra enxerida ou uma mãe entrona?", diz. 

Nesta temporada, uma ação publicitária nas ruas do Rio vai remeter à reestreia do espetáculo. "A partir de segunda-feira, o carioca vai ver uma porção de piadas de sogra espalhada pela cidade. Uma dica: preste atenção nos banheiros!", revela Müller. Ele espera que esta ação - um apoio da empresa Biruta Mídias Mirabolantes - atraia o público que deixou de ver a peça em março. "Nosso único patrocinador é o espectador", diz. 

"Até que a sogra nos separe" conta a história da atriz Bia e do biólogo Beto, que tentam superar a primeira crise no casamento quando são surpreendidos pela visita surpresa da mãe dele. Dona Gioconda odeia a nora, e vai fazer tudo para ver os dois divorciados. No elenco, estão Anderson Oliveira, Daniel Müller, Fernanda Zau e André Sobral. O espetáculo fica em cartaz até o fim de setembro, todas as sextas e sábados, às 21h30, e domingos, às 20h30.

Veja trecho da peça:


Veja mais sobre:Teatro

Comentários
  • Avatar
    18/05/2012 17:09:00paulo nanci da silvaAnônimo

    eu vi essa peça no teatro na barra umas 4 vezes muito muito bom mesmo a sogra ilario ela sem palavras muito susseso p/ vcs tds quem ainda num viu num sabe oqui ta perdendo

  • Avatar
    16/09/2009 06:07:28maria luizaAnônimo

    Já vi e adorei a peça, a gente ri o tempo todo, os atores estão ótimos, parabens, Anderson, parabéns Daniel, que é uma fofura, com aquela franjinha, é um espetaculo pa. ser visto e revisto. bjks maria luiza

  • Avatar
    24/08/2009 20:09:24ose AlemidaAnônimo

    Siplesmente amei a peça, muuuuito boa! Bjk

  • Avatar
    19/08/2009 19:03:50ThaizAnônimo

    Me falaram muito bem sobre ' até que a sogra nos separe". só pelo nome da peça ja me senti atraida para ir ver. tao perto de casa e perdi a oportunidade de ir antes. ps: minha irma tem 15 anos e eu tenho 17 anos, ql é a classificação? ela entra?

  • Avatar
    19/08/2009 13:25:36LeonardoAnônimo

    Sensacional! Assisti na semana passada e adorei.Os atores são ótimos.Principalmente o menino que faz o Mauricinho.Uma gracinha ele!Trabalha muito bem. Parabéns á todos .

  • Avatar
    15/08/2009 18:16:37roseane alves maiaAnônimo

    Adorei a pç foi espetacular recomendei aos meus amigo. parabens. adorei dos os atores. bjos

  • Avatar
    10/08/2009 17:01:15André SobralAnônimo

    Obrigado pelo carinho e pelo elogio, Luciana!

  • Avatar
    04/08/2009 01:16:44MarcelaAnônimo

    Jah vi, recomendo!! =*

  • Avatar
    02/08/2009 13:19:42julianaAnônimo

    Vi na Barra, é muito show, parabéns a todos!

  • Avatar
    01/08/2009 14:07:05Luciana AlmeidaAnônimo

    Eu vi essa peça, é muito engraçada, e não só a sogra, tem um menino que faz o irmão da moça e o uruguaio.. dá show!

  • Avatar
    01/08/2009 11:28:35ANDERSON OLIVEIRAAnônimo

    Parabéns

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.