SRZD


28/08/2009 09h03

Ministro do Turismo visita Niterói para estudar obras da torre de Niemeyer
Redação SRZD

O ministro do Turismo, Luiz Barreto, visitou Niterói, nesta quinta-feira, para discutir com o prefeito da cidade, Jorge Roberto Silveira, sobre a construção de uma torre de 60 metros, projetada por Oscar Niemeyer.

Durante a visita, Barreto quis conhecer as obras do arquiteto que estão na cidade e falou sobre o Caminho Niemeyer, no Centro: "Não temos nada similar ao Caminho Niemeyer, e a gente não pode ficar no meio do caminho. Temos vontade de terminá-lo. Com isso, Niterói entrará na rota do Turismo. Quem entrar no Santos Dummont (aeroporto) vai olhar para o lado de cá com tanto gosto quanto olha para o lado direito", disse ele.

Entre os locais vistos pelo ministro, estão o Museu de Arte Contemporânea (MAC), Museu BR de Cinema, a Fundação Oscar Niemeyer,o Teatro Popular e o Memorial Roberto Silveira.

Os recursos investidos nas obras são do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) do Rio, a curto prazo, e
a União entrará com 40%, referentes a contrapartida do Ministério. São R$ 19 milhões que sairão do Governo Federal. Barreto explicou como são as transações dos investimentos: "Quando um governo estadual capta recurso do BID no Prodetur, 60% é financiamento e 40% deveria ser contrapartida do Estado, e é isso que o ministério vai assumir integralmente".

As obras devem começar ainda em 2009 e a torre pode ser inaugurada até meados de 2010.


Veja mais sobre:Oscar NiemeyerNiterói

Comentários
  • Avatar
    28/08/2009 13:47:15PFigaAnônimo

    Esse caminho Niemeyer pelo visto será mais um "Parque" abandonado, como ficou no Governo anterior do professor Godofredo (PT)! Niterói merecia, isso sim, um Pier como vários outros em cidades do mundo (Valencia (Espanha), Nova York, e Porto Madeira (Buenos Aires)) e cidades brasileiras como por exemplo: Belém do Pará. Não se aproveita a orla da Baia de Guanabara, principalmente a linda vista para o Rio, que é um privilégio dos niteroienses.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.