SRZD


29/09/2009 18h15

Clarissa Garotinho deixa o PMDB
Redação SRZD

Clarissa Garotinho deixa o PMDB. Foto: Divulgação A vereadora Clarissa Garotinho se desfiliou do PMDB na tarde desta terça-feira. Em discurso no plenário na Câmara dos Vereadores, Clarissa alegou perseguição e afirmou que após a saída do ex-governador, Anthony Garotinho do partido, o PMDB começou a persegui-la deixando a vereadora sem alternativa.

Clarissa afirmou que está claro o que ocorre é uma perseguição política. "Não vou deixar que me deixem calada. É isso que querem fazer. Não tenho mais condições políticas de permanecer dentro do partido. Tenho uma filiação que é muito maior que a partidária".

Clarissa deixou bem claro que respeita a lei eleitoral, mas que a lei ampara casos como o dela de perseguição partidária. "Estão me tolindo, impedindo que eu exerça minhas funções dentro meu partido. Já fui destituída das minhas funções partidárias e da liderança do PMDB dentro da Câmara. Não me resta outra opção a não ser sair do partido", disse.

A vereadora lembrou que dentro do PMDB o que estão fazendo com ela é inédito. "O meu partido me cobra o que nunca cobrou de ninguém. Em muitos lugares isso acontece. O PMDB é aliado do governo Lula, e, no entanto, o governador Jarbas Vasconcelos em Pernambuco não apóia o governo e nem por isso o partido o perseguiu destituindo de suas funções partidárias", criticou.


Comentários
  • Avatar
    30/09/2009 19:44:21Bruno LourençoAnônimo

    Visível perseguição. Não consideraram a História de uma Vereadora que reestruturou a Juventude peemedebista em todo pais, além de ter contribuído para a estruturação de toas as bases e seguimentos no PMDB do RJ. Apoio a sua decisão.Afinal não a Juiz que irá te obrigar a apoiar Sergio Cabral e em detrimento de seu próprio PAI.

  • Avatar
    30/09/2009 14:22:27RodrigoAnônimo

    Ao menos ela é gostosinha.

  • Avatar
    29/09/2009 21:28:27Francisco BarrosAnônimo

    Mais uma mudança de paritdo o que comprova ser uma aventureira politica. Já foi do PDT, PMDB, e agora qual P ela vai se filiar. O discurso é sempre o velho e ultrapssado perseguição politica, conta outro "vereadora," procure outros desinformados pra votar em voce.

  • Avatar
    29/09/2009 19:59:34MarcosAnônimo

    Ã? simples. O Código de Ã?tica do partido é a Lei do Partido. Se ele é ferido quem o feriu tem de ser chamado a responder. A garotinha defende a candidatura de outro partido ao governo do estado sendo que o candidato de seu partido é Sergio Cabral, está errado. Não existe perceguição e sim o cumprimento da Lei. Creio que exista sim uma tentativa de apelar se fazendo de vítima. Vítima é o que eles (a família garotinho) não são pois só funcionam à base da conveniência própria.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.