SRZD


08/11/2009 15h02

Agora é com a comunidade
Walter Nicolau

Como havia dito em uma coluna anterior, chegamos ao final de uma das mais belas etapas do carnaval. A cada ano que passa, as eliminatórias de samba-enredo mobilizam as comunidades e torcidas de parcerias dentro das quadras e tenho percebido muitos jovens descobrindo o prazer de participar dessa maravilhosa cultura.

Tive a oportunidade de participar continuamente desse processo em várias agremiações e poder encontrar e reencontrar tanta gente importante para o nosso carnaval. Foi um ano de festa para os compositores, principalmente, para aqueles que não sucumbiram as mazelas da vaidade.

Quase todos os hinos escolhidos agradaram ao que mais interessava, ou seja, a parte interna da agremiação: diretoria, comunidade e também deixou claro que ainda existe uma distância muito grande entre o mundo real do samba e o mundo interativo da internet na questão de avaliação das obras em questão.

Duas agremiações se utilizaram da junção de obras na tentativa de ter o melhor da sua safra, a União da Ilha e a Grande Rio. É necessário reeducarmos nossos ouvidos para podermos ter algum tipo de avaliação dessa proposta.

Na Mocidade Independente, na Imperatriz e na Beija-Flor, os sambas vencedores já haviam disparando na preferência da maioria desde o início da disputa e não tendo perdido fôlego no caminho seria uma temeridade outro tipo de resultado, sob o risco de dificultar o trabalho de harmonia até o momento do desfile.

Viradouro, Porto da Pedra e Unidos da Tijuca tiveram grande dificuldades para suas escolhas, já que mais de uma obra chegaram ao final em condições claras de vitória, tamanho o equilíbrio entre os finalistas.

A Portela teve que escolher entre dois estilos diferentes de construção melódica e fez sua opção por aquele que embalou seus últimos desfiles e a Mangueira optou pela renovação.

Alguns fatos me marcaram nas disputas desse ano. A tentativa da parceria liderada pelo Zé Catimba, na Imperatriz, em levar sua obra apenas influenciando a quadra, sem qualquer tipo de torcida organizada, melhorando a proposta do Ivo Meireles, partindo do próprio compositor uma proposta de desonerar as disputas. Outra coisa que chamou muito a atenção foi a constatação do quanto é difícil democratizar a escolha de samba-enredo e a centralização da decisão final, principalmente, no presidente de fato ou de honra parece ser ainda o melhor modelo para esse concurso.

Ainda me incomodam muito as restrições que são impostas a segmentos da escola de manifestar sua preferência durante cada corte, sob o falido argumento de que isso poderia influenciar resultado e falta de ética, pois aceitando isso, estaremos testemunhando a incapacidade de análise de cada um de nós e principalmente daquele(s) em que está depositada a responsabilidade pelo carnaval da escola.

Os compositores ainda não aprenderam a respeitar a vontade alheia e que o samba-enredo como toda música, arrebata os corações, independente da vontade de seus construtores. Não será impedindo aqueles que estarão na avenida de demonstrarem suas preferências, que fará seu samba vitorioso, porém poderá estar correndo o risco de não vê-lo cantado com alegria no desfile.

As disputas esse ano reafirmaram uma profunda renovação na nossa cultura, principalmente, em dois segmentos de fundamentos, como as alas de compositores e na harmonia de canto. O carnaval de 2010 nos traz jovens compositores e intérpretes já com a titularidade de campeões, como também o retorno de outros já consagrados ao nosso convívio, mesmo que não tenham sido vitoriosos, nos brindaram com suas obras e sempre é maravilhoso revê-los em atividade.

É hora de superarmos as mágoas e festejar a vitória do SAMBA, mesmo que este não tenha nossa assinatura, mas que cada um deles seja capaz de levar alegria ao povo, espalhar cultura e conhecimento pelo mundo, chamando a atenção para os temas escolhidos para mais um ato, do MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA.


Comentários
  • Avatar
    13/11/2009 20:12:57PEDRO PARÃ?DIA PARÃ?DIAMembro SRZD desde 10/11/2009

    PARÃ?DIA DO TIGRE DA MODA! DEPOIS MANDO PARA AS CO-ÍRMÃ?S!BEIJÃ?O PARA OS MEUS FÃ?S!!! SONHAR O FINGIMENTO DO ARTISTA, EU TÃ? POUSANDO DE SAMBISTA, NA SOMBRA DE UM COMPOSITOR, A MUITO TEMPO EU QUIS FAZER UM SAMBA, UM DESEJO DE CRIANÃ?A, MEU PAI FALOU PRA MIM NÃ?O DÁ, MAIS EU QUE SOU TEIMOSO NÃ?O DESISTO, FUI BUSCANDO OUTROS CAMINHOS DE UM DIA CONQUISTAR, O TEMPO Ã? UM RELÃ?GIO QUE NÃ?O PARA, MEU SAMBA NÃ?O SAIU DE GRAÃ?A, ENTÃ?O EU RESOLVI GASTAR, FUI DO OUTRO LADO CONVERSAR, ACERTAR TUDO E ESPERAR, O SAMBA VIR NA MINHA MÃ?O, EU NÃ?O NASCI COM INSPIRAÃ?Ã?OFUI DO OUTRO LADO CONVERSAR, ACERTAR TUDO E ESPERAR, O SAMBA VIR NA MINHA MÃ?O, EU NÃ?O NASCI COM INSPIRAÃ?Ã?O, EU SOU!! SOU DEPENDENTE DA MINHA ARTE EU SOU O COMPRADOR DESSA FOLIA, JÁ FECHEI NOVO CONTRATO, ANO QUE VEM JÁ ESTOU NA FITA, VENCER COMEMORAR NA MAIOR ZUAÃ?Ã?O, E AOS POETAS DEIXO O MEU PERDÃ?O, NA AVENIDA VOU CANTAR, ME ESGUELAR MOSTRAR BRASILIDADE, DESCULPE NÃ?O FOI POR MAL, O SAMBA Ã? MEU DE VERDADE!!!!!!!!!!COMPRANDO SAMBA EU VOU, NÃ?O SOU O AUTOR MAIS TÃ? NA MODA, A LETRA QUE NILÃ?POLIS MANDOU, O DINHEIRO JÁ FOI PRA CONTA, COMPRANDO SAMBA EU VOU, NÃ?O SOU O AUTOR MAIS TÃ? NA MODA, A LETRA QUE NILÃ?POLIS MANDOU, O DINHEIRO JÁ FOI PRA CONTA

  • Avatar
    13/11/2009 20:12:26PEDRO PARÃ?DIA PARÃ?DIAMembro SRZD desde 10/11/2009

    PARÃ?DIA DO TIGRE DA MODA! DEPOIS MANDO PARA AS CO-ÍRMÃ?S!BEIJÃ?O PARA OS MEUS FÃ?S!!! SONHAR O FINGIMENTO DO ARTISTA, EU TÃ? POUSANDO DE SAMBISTA, NA SOMBRA DE UM COMPOSITOR, A MUITO TEMPO EU QUIS FAZER UM SAMBA, UM DESEJO DE CRIANÃ?A, MEU PAI FALOU PRA MIM NÃ?O DÁ, MAIS EU QUE SOU TEIMOSO NÃ?O DESISTO, FUI BUSCANDO OUTROS CAMINHOS DE UM DIA CONQUISTAR, O TEMPO Ã? UM RELÃ?GIO QUE NÃ?O PARA, MEU SAMBA NÃ?O SAIU DE GRAÃ?A, ENTÃ?O EU RESOLVI GASTAR, FUI DO OUTRO LADO CONVERSAR, ACERTAR TUDO E ESPERAR, O SAMBA VIR NA MINHA MÃ?O, EU NÃ?O NASCI COM INSPIRAÃ?Ã?OFUI DO OUTRO LADO CONVERSAR, ACERTAR TUDO E ESPERAR, O SAMBA VIR NA MINHA MÃ?O, EU NÃ?O NASCI COM INSPIRAÃ?Ã?O, EU SOU!! SOU DEPENDENTE DA MINHA ARTE EU SOU O COMPRADOR DESSA FOLIA, JÁ FECHEI NOVO CONTRATO, ANO QUE VEM JÁ ESTOU NA FITA, VENCER COMEMORAR NA MAIOR ZUAÃ?Ã?O, E AOS POETAS DEIXO O MEU PERDÃ?O, NA AVENIDA VOU CANTAR, ME ESGUELAR MOSTRAR BRASILIDADE, DESCULPE NÃ?O FOI POR MAL, O SAMBA Ã? MEU DE VERDADE!!!!!!!!!!COMPRANDO SAMBA EU VOU, NÃ?O SOU O AUTOR MAIS TÃ? NA MODA, A LETRA QUE NILÃ?POLIS MANDOU, O DINHEIRO JÁ FOI PRA CONTA, COMPRANDO SAMBA EU VOU, NÃ?O SOU O AUTOR MAIS TÃ? NA MODA, A LETRA QUE NILÃ?POLIS MANDOU, O DINHEIRO JÁ FOI PRA CONTA

  • Avatar
    13/11/2009 10:22:42Julinho di OjuaraMembro SRZD desde 13/04/2009

    Mais uma vez, estou com o Walter, o espaço,poderia ser usado de forma mais inteligente. O foliões querem saber da folia, dos preparativos e das novidades. Escolha de samba-enredo é tão compelxa, que até o momento jamais consegui entender como alguém se sente orgulhoso de dizer que aquele samba é "Meu" embora meu nome estaja lá. Ora bolas, samba-enredo é como um filho e o maior orgulho é levar o nosso nome.

  • Avatar
    13/11/2009 06:57:12Walter NicolauMembro SRZD desde 08/04/2009

    Januário, meus agradecimentos também a você, por sua participação. Reafirmo que questões dessa monta não são objetivos das minhas colunas e não acredito que os sites devam ser utilizados como DISQUE-DENUNCIA ou campo para BALAS PERDIDAS. Tento encaminhar minha visão puramente para o lado cultural, pois é essa a minha paixão e leviano seria da minha parte querer emitir opinião sobre questões internas nas agremiações, até porque, como disse anteriormente, isso nada tem a ver com o SAMBA em sí, é questão administrativa e o forum para essa discussão são as reuniões de diretoria de cada escola, de onde efetivamente poderão surgir soluções das divergencias que existirem. Ficarei extremamente feliz no momento em que puder ver esse espaço sendo utilizado para o engrandecimento da maior festa popular, com sugestões, propostas evolutivas, testemunho de grandes momentos, em lugar de acusações pessoais, cavadas de parcerias, ataques covardes a diretorias, em fim, substituindo a explosão de vaidade que tem acontecido com frequencia. Procedimentos negativos dessa ordem, podem até prejudicar, mas o que realmente interessa que é ajudar ou resolver jamais ocorrerá, portanto, de qualquer forma, somente o SAMBA fica prejudicado com posturas dessa monta. Imagine o que passará a pensar, um novo apaixonado pela nossa cultura que aqui entra na busca por alimentar seu conhecimento e se depara com tudo isso? Daquele que vem na busca de enriquecer seu conhecimento sobre as agremiações, procurar debater sobre o carnaval e na verdade percebe que as questões pessoais são tratadas com mais importância do que a maior festa popular? Ao folião pouco importa como é o comportamento do compositor A ou do B, como é sua relação com a diretoria da escola...a ele importa a cultura e a alegria de ver sua escola de coração fazer o melhor desfile do ano e nessa linha que minhas colunas tem seguido. Grande abraço

  • Avatar
    13/11/2009 02:04:11Januário SantanaMembro SRZD desde 13/11/2009

    Senhor colunista Walter Nicolau, suas ponderações que foram provocadas por comentários na coluna, foram equilibradas e sensatas, como de costume. Ã? preciso enfatizar, com rigor, que não pode pairar dúvida a respeito da identidade dos autores dos assaques que estão sendo levantados contra a diretoria da Viradouro, por pessoas que estão descontentes com a situação da escola. Os compositores que perderam a disputa, notadamente o grupo de Heraldo Faria, jamais se irresignaram contra a decisão do presidente e não cometeram a leviandade de atacar o presidente e ameaçá-lo com pedido de intervençã judicial, porque no correr do ano IMPEDIRAM QUE UM DOS COMPOSITORES QUE VENCERAM NO ANO PASSADO, JUNTAMENTE COM OUTRO QUE VEIO POR FORA, INGRESSASSEM NA JUSTIÃ?A CONTRA A ESCOLA E CONTRA O PRESIDENTE. Esse "parceiro"que veio por fora chegou até a indicar o advogado que pilotaria a ação, mas foi barrado por Heraldo e pela maioria da parceria que não aceitou a sua proposta , que era oportunista e que visava dar tapa com a mão de gato. Isso é fato sabido e consabido e pode ser provado a qualquer tempo e hora, se for do interesse do presidente da Viradouro. O que se verifica, no caso, é que pessoas lançam ofensas e ameaças e dão a entender que são terceiros os seus autores. Essa covardia tem que acabar. Veja no caso do "Dogão" que apesar do apelido chulo, mostra que sabe dos meandros jurídicos e tem redação forense. Reafirma-se que, Heraldo Faria é conselheiro da escola, já foi vencedor de samba enredo, já perdeu diversas disputas, já foi cortado na fita e nunca perde a linha. Todos que vem convesando com ele na escola depois da final, jamais viram-no reclamar. Ele de viva-voz, no dia da final, disse ao presidente que aceitaria qualquer resultado, serenamente. Cuidado com pessoas sujas que estã querendo colocar palavras na boca dessa parte da parceria. Quando as acusações forem sérias e danosas, certamente, tudo se fará, com os rigores da lei,

  • Avatar
    12/11/2009 16:53:38Guto Guimarães SottoMembro SRZD desde 09/09/2009

    Não sou compositor e tambem não tenho o hábito de advogar causas alheias, sou torcedor fiel a minha Viradouro e fico triste com alguns comentário a respeito da minha escola, mas infelizmente esses comentários corre de boca a boca não só dentro da escola como no mundo do samba em geral, aprovo quando se diz que roupa suja se lava em casa e fico tramendamente preocupado quando se aconselha que se resolva na justiça, dando-nos a impressão de deboche e de quem não é muito simpático a nossa escola. Com honestidade esse samba da Viradouro não éra o meu samba eu torcia para outro que achava melhor (eu disse não éra e achava), agora para mim e o melhor samba do carnaval e nos da comunidade vamos cantar e dançar com toda as forças das nossas paixões, acima de tudo e de todos, porque as pessoas passam e a entidade fica.

  • Avatar
    12/11/2009 16:53:33Guto Guimarães SottoMembro SRZD desde 09/09/2009

    Não sou compositor e tambem não tenho o hábito de advogar causas alheias, sou torcedor fiel a minha Viradouro e fico triste com alguns comentário a respeito da minha escola, mas infelizmente esses comentários corre de boca a boca não só dentro da escola como no mundo do samba em geral, aprovo quando se diz que roupa suja se lava em casa e fico tramendamente preocupado quando se aconselha que se resolva na justiça, dando-nos a impressão de deboche e de quem não é muito simpático a nossa escola. Com honestidade esse samba da Viradouro não éra o meu samba eu torcia para outro que achava melhor (eu disse não éra e achava), agora para mim e o melhor samba do carnaval e nos da comunidade vamos cantar e dançar com toda as forças das nossas paixões, acima de tudo e de todos, porque as pessoas passam e a entidade fica.

  • Avatar
    11/11/2009 19:03:03Armando PauloMembro SRZD desde 16/10/2009

    A capacidade de falar asneiras do tal Chico da Portela,é inesgotável.Esse imbecil é completamente recalcado.

  • Avatar
    11/11/2009 18:03:05Walter NicolauMembro SRZD desde 08/04/2009

    Rodrigo, primeiro deixe eu agradecer sua participação nos comentários dessa coluna, que é feita com carinho e no intuito de demonstrar um ponto de vista sobre nossa maior cultura. Sinceramente, não tenho o hábito de advogar causas alheias e se tudo que você e outros amigos estão questionando for verdadeiro, acredito que deva ser resolvida entre as partes, até porque, se houve ou não o repasse dos recursos isso não está diretamente ligado ao SAMBA. Ã? uma questão meramente administrativa e não cultural. Escolha de samba enredo sempre envolve um monte de conversas fiadas, desde o inicio da disputa até o anuncio do resultado final e isso já é tradicional no samba. Acho que vou ficar triste quando ninguém apresentar nenhuma queixa, seja lá porque razão for. Porém, acho que levantar suspeitas sobre o que não se pode provar, apenas para macular a imagem de alguém uma atitude incorreta. Se você pode assegurar tudo o que está dizendo, deveria recorrer a justiça e reparar o que tanto lhe incomoda, acho que seria muito mais produtivo e sadio. Grande abraço amigo.

  • Avatar
    11/11/2009 16:30:49Julinho di OjuaraMembro SRZD desde 13/04/2009

    Fala Rodrigo, eu não sabia desta historia da Viradouro, mas isso acontece em diversas escolas e a culpa é dos próprios compositores e vou explicar o porquê: Na década de 80 começou a dar dinheiro essa coisa de samba-enredo e foi por lá que apareceu o primeiro escritório (condomínio na época), capitaneado pelo saudoso Manoelzinho Poeta, os caras eram sinistros, escreviam até sem sinopse e levavam. Porém ainda não contentes um dos condominos chamado Izaias de Paula (segura, segura, segura...) questionou o motivo de ter recebdio menos do quê a Liga tinha anunciado, daí explicaram para ele que o valor recebido era o correto, porém abatido o Imposto de Renda. Algun síndicos então, se reuniram e saiu a brilhante idéia: Passar o samba para a escola, que por ser de útilidade pública não declara imposto de renda !. Só não sabiam eles que corriam da boca do Leão pra boca do Jacaré !. E como sabemos que o mundo do carnaval é Jogo de Caipira...quem tem bota banca, e quem não tem se Vira !. Forte abraço. Quanto a participação do "promotor" a escola de samba, assim como o samba não discrimina ninguém. Se tiver talento seja bem vindo !

  • Avatar
    11/11/2009 14:08:48Julinho di OjuaraMembro SRZD desde 13/04/2009

    Prezado Dogão, estava até concordando com vc e muito embora o "Bacharel" de direito seja vc, gostaria de fazer uma defesa por aqui (defesa do samba), as escolas tem sim obrigação de pagar seus funcionários e etc...assim como prestar contas, que também são prestadas a LIESA que é quem recebe a verba da Prefeitura (da cidade do Rio de Janeiro) e que na minha opinião aí sim está errado. Dinheiro do Municipio do Rio de janeiro deveria ser pago ou doado as escolas de samba da cidade do Rio de Janeiro. Porém o seu tiro pode sair pela culatra, imagine se o Ministério Público começasse a investigar a vida pessoal dos patronos das escolas de samba ?. Será que haveria carnaval ?. O carnaval carioca é ludico pois mistura o certo e o errado, o profissional e o amador. Porém a única coisa que se mantém única é a PAZ e o respeito as instituições envolvidas. nem todo o pau que bóia é jangada !. Forte abraço !

  • Avatar
    10/11/2009 19:47:47DogãoMembro SRZD desde 10/11/2009

    Eu não acho que agora é com a comunidade.Pode ser que agora seja com a justiça, porque veio dinheiro público da prefeitura, passou pela Liesa e foi para a escola. A escola tinha que pagar seus compromissos, seus funcionários, contas diversas e até mesmo os compositores, que segundo se fala não foram pagos. O dinheiro não teve a destinação devida. Será que a escola e a liesa não tem que prestar contas. Será que a Promotoria não pode investigar isso.Afinal de contas dinheiro é publico e não está sendo bem utilizado porque está ocorrendo um desvio da finalidade, isso é sério e tem consequencias na justiça civil e na criminal. Falo como bacharel em direito e como representante da ala que sonha em ter a divina LUMA DE OLIVEIRA COMO PRESIDENTA DA ESCOLA. Ela aprendeu a ser honeta com o inesquecível PRESIDENTE MONASSA (com letra maiúscula). Uma AÃ?Ã?O CIVIL PÃ?BLICA movida pelo Ministério Público contra a PREFEITURA, CONTRA A LIESA E CONTRA A ESCOLA poderia ser uma coisa muito séria. Esperamos que esse movimento cresça e que aqueles que estão se utilizando mal do dinheiro público sejam responsabilisados.

  • Avatar
    10/11/2009 18:50:22Gabriel Haddad Gomes PortoMembro SRZD desde 10/11/2009

    Parabéns Walter por mais um texto sobre o carnaval! Realmente as disputas esse ano, em algumas escolas, me pareceram bastante acirradas, principalmente na Viradouro, Mangueira e Imperatriz! Além de que, o resultado da junção do samba Ilha ficou espetacular! Abaços

  • Avatar
    10/11/2009 15:24:27ronaldoMembro SRZD desde 17/04/2009

    1° Encontro de Baterias do Acadêmicos do Salgueiro! Valor:R$20,00 com direito a feijoada Dia 22/11/2009 as: 13:00 Local: Rua Silva Telles, 104 Andaraí Shows com DJ Pablo tocando o melhor de todos os ritmos,Quilombo de Irajá, Moíses Santiago,MC Frank, Quinho do Salgueiro e muito mais ! Convidadas Especiais:Viviane Araújo e as Rainhas das Bateria E,claro todas das Baterias do grupo Especial e Acesso A!!! As camisa já estão á venda na quadra do Salgueio e nas lojas Babado da Folia.

  • Avatar
    10/11/2009 13:02:11Julinho di OjuaraMembro SRZD desde 13/04/2009

    Ã? isso ai Dr. Walter, falou e disse. O samba-enredo é como futebol, pegou na veia...um abraço, mas tem gente que proibe o povo de abraçar e sequer de se manifestar e isso tem que acabar. Também ví, diversos jovens adentrando as disputas e como faz bem. Porém algo ainda me assusta e muito...valores como R$ 70.000,00 gastos numa disputa para se chegar a final. Daí percebemos que o compositor profissional virou um expert em logística, ou seja, corre para as escolas com menor espaço físíco, menor distância e "condomíníos" menos inchados. Temos que melhorar e muito o sistema de escolha de sambas ainda. Forte abraço.

Comentar