SRZD


03/12/2009 14h41

Fórum discutirá novidades sobre o carnaval
Redação SRZD-Carnavalesco

O dia-a-dia dos barracões, o "segredo" de uma planta baixa, a cobertura jornalística, a seriedade dos ensaios técnicos, a história, a dança, a cadência do ritmo do samba ou o melhor ângulo para posicionar uma câmera, serão conteúdos, cujo enfoque é o carnaval como mediador entre diferentes linguagens e expressões artístico-culturais, da primeira edição do fórum "É Arte? Carnaval faz Parte!", do Departamento Cultural da Liga das Escolas de Samba do Grupo de Acesso - Lesga.  
 
A construção do conceito e a organização do fórum reuniu profissionais de diversas áreas e apaixonados pelo carnaval. Coordenada por Marcos Roza, idealizador do projeto, a equipe de trabalho é composta por Lydia Rey, psicóloga clínica e gestora educacional, Ricardo Almeida, fotógrafo e administrador do site tradição do samba e Lília Gutmam professora e produtora cultural.
                                                            
Com apoio do Ministério da Cultura o fórum acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de dezembro de 2009, na Sala Sidney Miller - FUNARTE, em comunicações em debate entre sambistas, especialistas de carnaval, técnicos, carnavalescos, pesquisadores e profissionais de outras áreas como cinema, televisão, economia, moda, decoração, música, comunicação social, artes plásticas, marketing, psicologia e política.
 
A ideia é criar um espaço democrático de troca de experiências e discussão sobre temas relevantes à cultura carnavalesca com outras manifestações artísticas, diz o diretor cultural da Lesga e coordenador geral do fórum, Marcos Roza. 

O público interessado em arte, cultura popular e carnaval poderá se inscrever gratuitamente, pelo site www.tradicaodosamba.com.br informar-se sobre os horários das mesas e toda programação do evento. O fórum que promete trazer ao debate assuntos que tangenciam ou tratam diretamente da maior festa popular brasileira: o carnaval, abrirá no dia 15 de dezembro, às 17h, com a mesa "Administração e Gestão de Carnaval". Na pauta: estratégias coordenadas, articulações sócio-políticas para produção e gestão de eventos carnavalescos, serão abordadas através das experiências dos presidentes da Lesga Reginaldo Gomes, da Aescrj Walter Teixeira, do diretor de carnaval da Liesa Elmo José dos Santos, do secretário especial de turismo, Antonio Pedro Viegas Figueira de Mello, e da presidente da Sebastina, Rita Fernandes. Em um processo constitutivo ainda participarão desta mesa o professor e gestor de carnaval Luis Fernando Vieira e a mediadora de conteúdo Claudia Silva - assessora de comunicação da Setur, Riotur. 

- Trata-se de uma iniciativa louvável, que tem como objetivo ampliar a discussão e enaltecer o carnaval do Grupo de Acesso A e os demais Grupos. Hoje, os desfiles das escolas de samba são uma das maiores opções de cultura e entretenimento para o mundo, é válido que entre em vigor um projeto cultural e de divulgação que faça justiça à sua qualidade, diz o presidente Reginaldo Gomes .   

A segunda mesa do dia 15 será a "Segurança no Carnaval" às 20h00. Quem nunca ouviu a expressão "o seguro morreu de velho"? Aqui o "seguro do samba" é novo. Trata-se do badalado projeto da Seguradora Capemisa, uma das patrocinadoras do evento, que será representada, nesta mesa, pelo presidente da empresa José Augusto da Costa Tatagiba. Ainda estarão presente o experiente diretor de carnaval da Lesga Edson Marcos, o diretor de operações da Riotur Paulo Rocha Vilela, a coordenadora dos destaques Tânia Índio do Brasil e o carnavalesco Jaime Cezário, ambos da Estação Primeira de Mangueira. A mediação de conteúdo será do economista Luis Carlos Prestes Filho.  

No dia 16, às 14h, a origem do carnaval, do gênero do samba e da religiosidade de matriz africana será abordada na mesa "Escola de Samba: do terreiro à passarela." Mãe Beata de Iemanjá, que hoje atua pela valorização da religiosidade afro-brasileira e luta pela cidadania do povo negro, revelará o processo de formação das "casas de santo" na cidade do Rio de Janeiro. Este discurso fortalecerá a participação do especialista em história brasileira contemporânea e diretor do departamento de História da PUC-Rio Luiz Reznik, do carnavalesco e colunista do Jornal O DIA Milton Cunha e da diretora do Centro de Pesquisa da Casa de Rui Barbosa e Vice-Presidente do Império Serrano, Rachel Valença. A mediação do conteúdo ficará a cargo de Lílian Gutmam, professora e gestora de carnaval.

Já a mesa "Arquitetos do Carnaval", às 16h, reunirá "a gente empenhada em construir a ilusão", como diz Martinho da Vila: o carnavalesco Mauro Quintaes, o mestre da iluminação dos carros alegóricos do Rio de Janeiro, Ricardo Lopes, o designer André Bonatte e José Antônio Rodrigues, do prêmio "Plumas e Paetês" - reconhecimento do trabalho de quem faz bonito nos bastidores do Carnaval carioca. Conta ainda com Samuel Abrantes trazendo sua experiência acadêmica das universidades, na produção de figurinos para teatro e para a avenida e, Cristina Brasil apresentadora do programa "Decora Brasil" do canal GNT. A mediação inteligente será de Gustavo Mello, pesquisador de enredos e colunista do site Galeria do Samba.
 
 "A Beleza na Dança do Samba" fechará o dia 16, com o passista Edson Santos, trazendo histórias do samba no pé e a porta bandeira Rute Alves falando sobre o majestoso bailado dos Casais de M/S e P/B, ambos do GRESU de Vila Isabel. O coreógrafo e bailarino afro Helson Ballie e o coreógrafo da comissão de frente da Estação Primeira de Mangueira Jaime Arôxa tecerão comentários e relatos de experiências sobre as ousadas e criativas coreografias que enriquecem, atualmente, os desfiles das escolas de samba do Rio de janeiro. E sem perder o passo, ainda participarão desta mesa o estilista e criador da grife Miss Schuster Neil Brasil e a jornalista e professora universitária Luciene Setta. A mediação será da atriz e bailarina Andréia Ribeiro. 

Como um "núcleo de idéias, desejos, sons e projetos" carnaval e cinema se encontrarão na mesa "Carnaval em foco: um olhar cinematográfico" no dia 17, às 14h. Reunirá a sensibilidade e a criatividade do carnavalesco do Paraíso do Tuiuti Eduardo Gonçalves, a precisão do olhar do cineasta, professor da Escola de Cinema Darcy Ribeiro e diretor do premiado longa-metragem "Os Desafinados" Walter Lima Jr., a perspicácia e inteligente articulação do advogado e colunista do site Carnavalesco Luis Carlos Magalhães e o cinema verdade do diretor do filme documentário "O Barracão" Waldir Xavier. Entre luz, câmera e folia a mediação será do historiador e pesquisador de enredos Marcos Roza e o convidado da mesa será Nelson Pereira dos Santos, um dos maiores cineastas do Brasil. 
A mesa "Comunicação e Carnaval" se seguirá no fórum, às 16h, do dia 17, divulgando os registros carnavalescos em suas diferentes formas representados pelo jornalista e apresentador Paulo Stein, pelo produtor cultural Rafael Sampaio e pela coordenadora projeto sócio-cultural arte e educação Camila Soares. Com a mediação do jornalista e radialista Eugênio Leal, os convidados da mesa serão o escritor e jornalista João Ubaldo Ribeiro e o carnavalesco Cahê Rodrigues.

Seguida da mesa "A Cadência do Samba", às 18h, que promete revelar histórias de Donga e de seus contemporâneos, na narração de quem cresceu embalada em música de qualidade: Lygia Santos, pesquisadora e referência no mundo do samba, integrante permanente do júri do "Estandarte de Ouro", do Jornal O GLOBO. Mestre Odilon Costa trará a contribuição verdadeira de quem representa a alma das escolas de samba: a bateria, tendo Kleber Komká pontuando com a inovação do grupo "Batuque Digital", e ainda Leonardo Bessa, produtor musical, testemunha de inúmeras gravações de compositores do samba. Com mediação do radialista e gestor de carnaval Ailton Freitas, os convidados desta mesa serão o músico e percussionista Ivo Meirelles e o compositor Paulinho da Viola.  

Serviço
Fórum Cultural ?Arte? Carnaval faz Parte!
Programação
Dia: 15/12/09 - Terça-Feira
Horário: 17h | 23h
Sala Sidney Miller - Funarte
Rua da Imprensa, 16 - Centro 
Solenidade de Abertura - 17h | 17h30 

Mesas Redondas:
Administração e Gestão de Carnaval - 18h | 19h30
Walter Teixeira, Reginaldo Gomes, Elmo José dos Santos, Secretário Antonio Pedro, Rita Fernandes e Luis Fernando Vieira
Mediadora - Claudia Silvia 

Segurança no Carnaval - 20h | 21h30
José Augusto da Costa Tatagiba, Tânia Índio do Brasil, Edson Marcos, Paulo Rocha Vilela e Jaime Cezário
Mediador - Luis Carlos Prestes 
Coquetel - 21h30 
Encerramento - 23h  
 
 
Mesas Redondas:
Escolas de Samba: do terreiro à passarela - 14h | 15h30
Mãe Beata de Iemanjá, Milton Cunha, Luiz Reznik e Rachel Valença
Mediador - Lília Gutmam
Arquitetos do Carnaval - 16h | 17h30
Cristina Brasil, Mauro Quintaes, André Bonatte, Ricardo Lopes, José Antônio Rodrigues e Samuel Abrantes
Mediador - Gustavo Melo

A Beleza na Dança do Samba - 18h | 19h30
Helson Ballie, Rute Alves, Jaime Arôxa, Neil Brasil, Luciene Setta e Edson Santos
Mediadora - Andréia Ribeiro
Coquetel - 20h
Encerramento - 21h
 
Mesas Redondas:
Carnaval em Foco: um olhar cinematográfico - 14h | 15h30
Walter Lima Jr., Eduardo Gonçalves, Waldir Xavier, Luis Carlos Magalhães, convidado Nelson Pereira dos Santos
Mediador - Marcos Roza 

Comunicação e Carnaval - 16h | 17h30
Paulo Stein, Rafael Sampaio, Camila Soares, convidados João Ubaldo Ribeiro e Cahê Rodrigues
Mediador - Eugênio Leal (colunista do SRZD-Carnavalesco)

A Cadência do Samba - 18h | 19h30
Kleber Komká, Lygia Santos, Odilon Costa, Leonardo Bessa, convidados Ivo Meirelles e Paulinho da Viola
Mediador - Ailton Freitas
 Coquetel - 20h
Apresentação Cultural
Encerramento - 21h


Comentários
  • Avatar
    06/12/2009 13:13:35marcondeMembro SRZD desde 30/09/2009

    APRIVEITO PARA LEMBRAR QUE O LANÃ?AMENTO .... SECRETO....DO CD ACESSO A SERA NESTA BELA SEGUNDA FEIRA APOIS O DOMINGO SUPER MOVIMENTADO

  • Avatar
    05/12/2009 17:10:35magali tavaresMembro SRZD desde 28/09/2009

    Parabéns carnaval é cultura, deveria fazer parte do curriculum escolar no ensino médio, como curso técnico, quantos profissionais entregariamos ao mercado de trabalho, numa oferta grandiosa onde a procura é quase nula.

Comentar