SRZD

Candieiro Incendiário mistura teatro, dança e literatura à cultura nordestina

Camila Elias | Comunidade | 04/12/2009 18h22

O grupo Candieiro Incendiário, do Jardim Jaraguá, periferia da Zona Oeste de São Paulo, difunde a cultura popular nordestina através do diálogo entre diversas linguagens artísticas. Manifestações como o coco, ciranda, aboios, cordel e repente misturam-se à dança, ao teatro, à literatura e à música em uma apresentação que anima e esclarece as tradições.

"Em nosso show, além de levar a cultura artística do nordeste, mostramos a diferença entre, por exemplo, cordel, repente e trava-língua que muitos têm dúvida e acham que é a mesma coisa", conta o pernambucano Carlos Galdino, um dos fundadores do grupo.

O grupo surgiu em 2004, a partir de uma oficina de construção de instrumentos de percussão em que Galdino conheceu Fernando Barroso, Rogério Guardiano e Letícia Souza Cruz. De lá para cá, Candieiro Incendiário já se apresentou em diversas periferias, além de lugares como Memorial da América Latina, Casa das Rosas, Casa da Palavra, Off Flip Paraty 2007, Sesc-SP Consolação, Sarau Cultural Paraty 2008,  entre outros. E, na sua comunidade, vem se popularizando e conquistando simpatia:

"Muitas pessoas que não conhecem as tradições nordestinas têm preconceito e logo dizem que não gostam. Mas após conhecer, curtem e querem aprender. E quando a comunidade compreende que é uma forma de valorização da identidade, passa a gostar mais", conclui Galdino.

Próximas apresentações do Candieiro Incendiário

Galeria Olido
Data: segunda-feira(07)
Local: Avenida São João, 473

CEU Anhanguera
Data: sábado(12)
Local: Rua Pedro José de Lima, 120
Parque Anhanguera

Feira de Arte de Perus
Data: domingo (13)
Local: Praça José Correia Picanço
Vila Anhanguera