SRZD


09/01/2010 08h51

Inocentes de Belford Roxo: O reencontro dos garotos de Pilares na bateria
Isaac Ismar

Foto: DivulgaçãoO destino pôs três diretores de bateria, que já tocaram juntos como ritmistas, novamente trabalhando em união. Douglas Botelho, Jean e Washington, que são crias da Caprichosos de Pilares, comandam a comissão de diretores de bateria da Inocentes de Belford Roxo, do Grupo A, desde dezembro. Eles substituem Mestre Marcelo, que se desentendeu com a presidência recentemente.

De acordo com Marcelo Varanda, diretor de carnaval da agremiação, os três têm a mesma função na escola: são mestres de bateria. Convidado por Reginaldo Gomes, presidente da escola, e incentivado pelo pai, Mestre Paulinho Botelho, ex- Beija-Flor e padrinho da bateria da Inocentes, Douglas aceitou o convite. Desde criança ele participa dos desfiles de escola de samba, tanto como ritmista, como diretor de bateria, cuja estreia foi em 1997, à frente dos tamborins da Portela.

- Sempre tive contato com o samba, desde criança. Em 1987 desfilei na ala de passistas da Caprichosos, em 88 era da ala mirim e no ano seguinte comecei nos tamborins, com o meu pai como diretor de bateria. Na Viradouro, em 1992, me interessei por música e já toquei com muita gente famosa. Lembro que em 1998, meu pai estreou na Beija-Flor e desfilei no naipe de tamborins. Três anos depois, ainda na Beija-Flor, cuidei das paradinhas e da manutenção dos instrumentos - relembrou.

Em 2002, ele assumiu a bateria mirim da azul-e-branca de Nilópolis, onde até hoje está à frente deste segmento. Uma experiência que Douglas não tem boas lembranças é o carnaval de 2007, quando comandou a bateria da Unidos da Ponte. Nesse ano a escola foi rebaixada.

- Desfilei com apenas 87 ritmistas, as fantasias não chegaram, mas mesmo assim conseguir três notas máximas e um 9,9. Pena que a escola foi rebaixada - contou.

Para Mestre Paulinho, que afirmou que será supervisor da bateria da Inocentes, Douglas, de 31 anos, tem competência de sobra para realizar um bom trabalho na agremiação.

- Vou ser o supervisor da bateria. O Douglas era um dos meus diretores na Beija-Flor e comanda a bateria mirim da escola. Em 2007 ele foi o mestre de bateria da Unidos da Ponte. Já tem muita experiência. 

Washington disse que não pretende fazer grandes mudanças na base da bateria, pois o tempo é curto.

- Apenas algumas mexidas pontuais, detalhes.

E Jean, que ficou afastado da Inocentes em 2009, mas desfila na escola desde 2003, o trabalho será desenvolvido com profissionalismo.

- São três pessoas que aprontaram muito em Pilares durante a infância, soltando pipa, jogando bola de gude... Agora, aqui na Inocentes estamos tocando o trabalho com profissionalismo para um bom resultado - resumiu.

Agora é o momento deles tentarem se firmar no seleto grupo de diretores de bateria do carnaval carioca. Na opinião de Douglas, mesmo com pouco tempo no cargo, o trabalho está no caminho certo. A cadência da bateria é uma das prioridades do trio.

- Até agora tem dado tudo certo. Estou satisfeito. Quero priorizar a musicalidade. Samba é um estilo de música e isso tem que ser respeitado. Priorizo o andamento e a educação musical com os rapazes do cavaquinho e cantores. Quando você toca um instrumento ele emite uma nota musical, mas quando você o surra ele emite barulho. Quero fazer um trabalho bom para mim e para a Inocentes. O convite do Reginaldo foi um presente de Deus - finalizou Douglas, que conta com o apoio de Jean e Washington, além de 13 diretores auxiliares.


Comentários
  • Avatar
    06/02/2010 12:38:45eduardo silvaMembro SRZD desde 06/02/2010

    nossa bateria é nota 10 ...sabado de carnaval vomos provar isso...

  • Avatar
    11/01/2010 09:45:45Marcos Paulo Santos Da CunhaMembro SRZD desde 08/01/2010

    Todos 3 estão de parabens, por serem HUMILDES coisa que falta ao senhor do comentario abaixo, que falta respeito porque o mestre de bateria de sua preferencia se retirou da escola,a explicação para os 13 diretores de bateria, é que com a saida do marcelo,muitos ritmistas tambem se foram, entao ritmistas de otras escolas entraram na bateria da inocentes a pedidos desses diretores para que o numero se completasse no total, os 3 são super receptivos tratando-se de visitantes para a bateria da inocentes,gente boa, afinal parabens ao douglas,ao jean e ao washington...sucesso a nossa bateria!

  • Avatar
    10/01/2010 16:47:03Eli Hudson Moreira da CunhaMembro SRZD desde 10/04/2009

    Caramba... precisaram de 3 para substituir 1??? Nossa Senhora em. Um só num bastava ñ? A é pra comandar essa nova bateria um só num da ñ, ta uma MERDA!!!! Afinação de marcação ta um coco, caixa sem batida padrão, tamborim xôxo, chocalho uma diarréia, entre varias outras cagadas... Pra mim só o Washington bastava pq como ele ja era diretor na escola junto com o MEU MESTRE MARCELO ANDRÃ? ja sabia o ritmo da escola. Mas como agora so sua opnião num altera em nada... precisa da decisão dos 3!!! Pres. Reginal Gomes, prepara uma toalha de praia pra enchugar as lagrimas quando a escola cair pro grupo B, sem necessidade neh. E corre pq ja esta chegando a hora.hsahashasahas

  • Avatar
    09/01/2010 15:22:11Brazilian CarnivalMembro SRZD desde 20/04/2009

    Pô bem que um amigo meu que saiu da bateria da Inocentes, tinha razão: era uma Comissão de bateria igual a Beija, esse Washington ele me disse que era do Império, o Jean e o Duglas botelho jáforam diretores de bateria da Unidos da Ponte, mas de qualquer forma desejo boa sorte a eles.

  • Avatar
    09/01/2010 15:21:09Brazilian CarnivalMembro SRZD desde 20/04/2009

    Pô bem que um amigo meu que saiu da bateria da Inocentes, tinha razão: era uma Comissão de bateria igual a Beija, esse Washington ele me disse que era do Império, o Jean e o Duglas botelho jáforam diretores de bateria da Unidos da Ponte, mas de qualquer forma desejo boa sorte a eles.

  • Avatar
    09/01/2010 11:08:46freitasMembro SRZD desde 24/10/2009

    Será que eu li direito, 3 Diretores e 13 Auxiliares.... pelo visto a bateria tem mais diretores do que ritmistas, kkkkk, e isso pq esta no acesso, imagine o dia que estiver no especial coisa que nunca vai acontecer pela incompetência de sua diretoria, tomara que esse ano não tenha virada de mesa, ai vcs e a C. de Pilares vai ver onde vai parar, Intendente Magalhães a vista.... fala sério.

  • Avatar
    09/01/2010 10:22:16Faz-me rirMembro SRZD desde 30/12/2009

    Tens razão prezado everaldo guilherme! Tens toda razão! Paulinho faz falta a muitas escolas do grupo especial. E dói ainda mais quando sei que ele está fazendo falta à própria Beija-Flor que o demitiu. Caramba aquela bateria está irreconhecível, um tátátá qui qui qui danado, isso quando passa reta e algumas vezes fora do samba. Dá tristeza por saber o quão é excelente a bateria da Beija. Mas ainda tem tempo do pessoal lá acertar a mão...nos resta torcer para que isso aconteça.

  • Avatar
    09/01/2010 10:15:26everaldo guilhermeMembro SRZD desde 07/04/2009

    tem escola do grupo especial que precisa de um bom mestre de bateria e poaulinho de bobeira, ai galera acerta com o cara para o ano que vem.

  • Avatar
    09/01/2010 10:13:57everaldo guilhermeMembro SRZD desde 07/04/2009

    pelo geito o mestre paulinho está sem escola, uma fera de bobeira.

  • Avatar
    09/01/2010 10:04:49Carlos Henrique LealMembro SRZD desde 10/12/2009

    Quero, aqui nesta, desejar boa sorte aos novos diretores de bateria e que eles, assim como o Mestre Marcelo André, tenham a mesma competência diante desta bateria que a cada ano vem se tansformando como uma das melhores bateria do Rio de Janeiro. Principalmente, em particular, quero mandar um grande e forte abraço aos Mestres Washington e Jean por conhecê-los durante a vivência de idas e vindas nas Escolas de Samba. Ao Mestre Douglas, apesar de não conhecê-lo, sei também, que além de ter um grande músico como espelho posso perceber de sua compatência em seu histórico. Boa sorte à tds e um feliz Carnaval

Comentar