SRZD


19/03/2010 11h26

Túnel do Tempo: 15 anos de 'Eu e Memê, Memê e eu', de Lulu Santos
Luiz Felipe Carneiro

Túnel do Tempo: 15 anos de 'Eu e Memê, Memê e eu', de Lulu Santos

Em 1992, Lulu Santos continuava lotando os seus shows. Fato que, aliás, era uma constante em sua carreira desde o lançamento do álbum "Toda forma de amor", quando passou a se apresentar nas grandes casas de espetáculo do país. Ainda em 92, Lulu lançava o álbum "Mondo cane". Um disco fantástico, diga-se de passagem, no qual o compositor carioca flertou com o samba ("Realimentação"), gravou pérolas pop ("Foi mal"), rocks vigorosos ("Fevereiro") e uma das mais lindas baladas da música brasileira ("Apenas mais uma de amor").

Apesar de ser um ótimo álbum - um dos melhores da carreira de Lulu, diga-se - "Mondo cane" não aconteceu. Lulu Santos se mudou para a gravadora BMG e, dois anos depois, colocou nas lojas "Assim caminha a humanidade", gravado ao lado de Marcello Mansur, ou, simplesmente, DJ Memê. O álbum vendeu muito, devido ao sucesso da faixa-título (que se tornou a primeira abertura da novelinha "Malhação") e de "Tudo igual". Os shows lotavam como nunca. E Lulu se transformou, de fato, em um dos artistas mais populares do Brasil.

A parceria entre Lulu e Memê, no entanto, chegou ao seu ápice em 1995, quando do lançamento do álbum "Eu e Memê, Memê e eu", que chegou às lojas na segunda quinzena de 1995. O disco era composto, basicamente, por remixes de antigos sucessos do cantor (como "Casa", "Tudo bem" e "Toda forma de amor") e versões para canções de outros artistas, que já eram conhecidas do público que lotava os seus shows. As versões arrasadoras de "O descobridor dos sete mares", "Se você pensa" e "Fullgás" recolocaram Tim Maia, Roberto Carlos e Marina Lima, respectivamente, de novo, nas paradas. E Lulu Santos também, claro. Até hoje, é o disco de maior sucesso comercial de sua carreira, com mais de um milhão de cópias vendidas.

A parceria perdurou pelo ano seguinte, quando Lulu lançou "Anti ciclone tropical", um álbum cheio de canções inéditas, que ia além de "Eu e Memê, Memê e eu". "Aviso aos navegantes" foi o grande sucesso do álbum, assim como a versão de "Dancin' days", que explodiu com as Frenéticas, no finalzinho dos anos 70.

As faixas de "Eu e Memê, Memê e eu" são as seguintes:

1)    "O descobridor dos sete mares"
2)    "Se você pensa"
3)    "Fullgás"
4)    "Tribal" (vinheta)
5)    "Sossego"
6)    "Sereia"
7)    "Cyberia" (instrumental)
8)    "Speech" (vinheta)
9)    "Casa" (A house in the jungle Mix)
10)    "Tudo bem" (The R&B flavor song)
11)    "Perereca FM" (vinheta)
12)    "Toda forma de amor" (Funk you mix / Rap do Lu)
13)    "Tudo igual" (Memê vocal club anthem)
14)    "Assim caminha a humanidade" (Extended 70's mix)
15)    "Tudo igual" (The mameluco homeboy mix)
16)    "Tudo igual" (Cool Cut RMX)
17)    "Message" (vinheta)


Em seguida, algumas faixas do álbum:

"O descobridor dos sete mares"



"Se você pensa"



"Fullgás"



"Sereia"



Comentários
Comentar