SRZD


16/06/2010 23h46

Leia a sinopse da Imperatriz Leopoldinense
SRZD-Carnavalesco

Carnavalesco: Max Lopes
Pesquisa e texto: Emanoel Campos Filho e Gabriel Haddad
 
A Imperatriz Adverte: Sambar Faz Bem à Saúde

Uma viagem pelo tempo, leva a Imperatriz a passear pela história da Medicina, conhecendo a sua origem e o seu desenvolvimento. A arte de salvar vidas deve ter sua importância enaltecida e merece essa grande homenagem oferecida pelos leopoldinenses. Deixe o tempo te levar...
 
Desperta a Velha África. Desperta do solo africano o poder de curar.
Nos primórdios de sua existência, o homem encontrava na caça de animais e na coleta de espécies vegetais, os meios para sua sobrevivência. Nômade por excelência, nutriu-se dos elementos naturais encontrados para exercer o poder da cura. Praticava rituais que buscavam o autoconhecimento e o equilíbrio do ser, através das manifestações da natureza e da compreensão de seus fenômenos.
 
Os sacerdotes africanos, primeiros praticantes da mágica arte da cura, evocavam a sabedoria da mãe-natureza para aprender o perfeito modo de utilização das plantas, raízes e ervas medicinais.
 
Batidas de tambor. Danças. Ervas. Curandeiros. Uma viagem espiritual ao encontro das formas de proteção e controle do corpo. A cura estava diretamente ligada à magia e à crença na força dos poderes da natureza e seus elementos.
 
Com o passar do tempo, diversas outras civilizações pelo mundo passaram a desenvolver seus próprios pensamentos médicos. Dentre elas, pode-se citar os hindus, fundadores da Ayurveda (Ciência da Vida); os semitas em geral, que acreditavam na noção de que a doença era um castigo divino; os mesopotâmios que viam uma relação entre a movimentação dos astros, a mudança das estações e as doenças; os chineses, através de sua medicina tradicional que se baseava na cura por plantas e outros elementos naturais; e, principalmente, os egípcios.

O esplendor da civilização do Egito Antigo trouxe a evolução do conhecimento de diversos procedimentos médicos, o uso de numerosas drogas e a realização de pequenas cirurgias, além da técnica da mumificação, marcando a história da arte de curar.
 
Um traço comum entre essas sociedades citadas é a profunda relação entre a religião e a prática da cura. Seus povos, diferentemente do homem pré-histórico, acreditavam na existência de deuses superiores aos homens, que seriam os verdadeiros responsáveis pela saúde e pela doença. Os deuses, não só eram os detentores do poder de curar e dos conhecimentos médicos, mas também respondiam pelo desequilíbrio do corpo humano e pelo envio das doenças e enfermidades.
 
A cura mítica ainda era a base da crença do povo da Antiguidade. A magia e a religião se enlaçavam e influenciavam a prática médica.
 
O povo da Grande Grécia, inicialmente, sustentava suas crenças em sua mitologia, na qual os poderosos deuses influenciavam a vida e a morte, tendo o poder de curar ou provocar doenças. Os gregos acreditavam que a doença era um severo castigo dos céus, enquanto a cura, uma benção divina. Nos templos de Asclépio, Deus grego da Medicina, se realizavam rituais para curar, englobando banhos e poções para relaxar e adormecer, já que a cura deveria vir com os sonhos, durante o sono do enfermo.
 
Com o desenvolvimento do valor humanístico na Grécia, a prática da cura tomou um caráter racional, empregado principalmente por Pitágoras, o que possibilitou o surgimento de uma medicina verdadeiramente científica. Hipócrates, o pai da medicina, desenvolveu métodos que se baseavam na filosofia, no raciocínio e na lógica, idealizando um modelo ético e humanista da prática médica.

A objetividade e a precisão se tornaram elementos imprescindíveis para o diagnóstico das enfermidades, sendo necessária a separação da Medicina da noção religiosa. Os estudos realizados pelos médicos passaram a substituir a fervorosa crença nos deuses e na cura pela magia pela observação empírica de seus pacientes.
 
Com o início do período da Idade Média, a ciência médica, assim como a vida humana, passou a ser dominada pela Igreja Católica. Esta, abafou o desenvolvimento científico e filosófico, trazendo tempos de trevas e pouca evolução para a Medicina. O conhecimento era restrito ao ambiente católico, tendo os monges como principais pensadores, que deveriam basear seus estudos na fé e na salvação da alma, ao invés da evolução científica. Para a Igreja Católica, o corpo do homem era intocável à dissecação, pois este representava o corpo de Cristo, considerando o estudo de anatomia algo pagão e inumano.
 
A desprezível falta de noção higiênica da sociedade medieval possibilitava a proliferação de diversas doenças, que se tornavam verdadeiras epidemias.A peste negra aterrorizou a população européia e assolou o continente, deixando fortes marcas em seu chão.
 
Da escuridão, renasce a esperança com surgimento de movimento humanista, no qual era centrado o Renascimento europeu. Um novo jeito de pensar. Uma nova mentalidade. O homem é o centro do universo.  Em total contraponto à era medieval, o período renascentista trouxe diversos avanços e descobertas científicas para a Medicina. As universidades passaram a se distanciar das bases religiosas e dos credos eclesiásticos, focando nos estudos de anatomia e fisiologia, muito pesquisados por Leonardo da Vinci (pai da anatomia), Versalius e Michelangelo.

Brilha. Reluz o século das luzes. Com o advento do Iluminismo, correntes filosóficas surgem na Medicina, enfatizando o uso da razão e da ciência para explicar o universo. Um grande desenvolvimento das especialidades médicas, como a Cardiologia, a Obstetrícia e a Pediatria tiveram um grande desenvolvimento, apresentando novos caminhos para a evolução da medicina moderna. A criação do microscópio, do termo célula, da homeopatia, além das diversas descobertas na física, química e outras áreas, foram importantes acontecimentos iluministas, que possibilitaram o progresso da Medicina em geral.
 
Todas as evoluções demonstradas nos períodos anteriores se tornaram base para o grande desenvolvimento que a Medicina contemporânea apresentou e continua a nos apresentar. Sua evolução é constante e surpreendente. A imunização preventiva, a descoberta do raio X, a descoberta de novos medicamentos, e a cirurgia plástica são frutos deste esforço da Ciência Médica. Apesar dos debates éticos trazidos pela sociedade civil, os estudos de genética e células artificiais trazem esperança para a criação de novos remédios e vacinas preventivas. Além disso, a evolução dos estudos do DNA, traz os segredos da "Chave da Vida", possibilitando o desenvolvimento de pesquisas relativas à clonagem.
 
A Medicina e a arte de curar estão sempre em evolução. O estudo e as pesquisas são extremamente necessários para que a construção de novas técnicas de cura, ou novas formas de prevenção a doenças, surjam.
 
Povo do Brasil, povo carioca, de bem com a vida, feliz e festeiro, vai buscar no carnaval e no samba a sua felicidade e a cura para os seus problemas. O brasileiro encontra o seu bem-estar ao vestir a sua fantasia e passar pela passarela da imaginação, ao ouvir a batucada da bateria, ao sentir o pulsar do surdo como se fosse o seu próprio coração, ao ouvir a melodia do cavaquinho, ...
 
O povo quer sambar, quer encontrar uma forma de esquecer os seus problemas.
 
Sai pra lá, dengue! Sai pra lá gripe suína!

O que resta a este povo guerreiro é a felicidade. Rio de Janeiro, palco do maior carnaval do mundo. Venha para cá e encontre no samba a cura para a sua dor.
 
Deixe o prazer do samba e do carnaval dominarem seu corpo. Com o prazer que sentimos, nosso corpo libera uma substância chamada endorfina. Esse hormônio, ao ser liberado, viaja pelo nosso organismo, oferecendo uma sensação de bem-estar, conforto, tranquilidade e felicidade.
 
Sinta o "hormônio da alegria" correr e alivie a sua dor sambando. O samba também faz bem para o corpo e para a mente.
 
Além disso, devemos reconhecer os grandes esforços dos médicos brasileiros, que tentaram, de diversas formas, trazer saúde ao nosso povo e conhecimentos para a evolução de novas técnicas médicas. Oswaldo Cruz. Carlos Chagas. Vital Brazil. Ivo Pitanguy. E muitos outros.
 
Parabéns médicos brasileiros! Parabéns médicos de todo o mundo!
 
Não perdendo o espírito carnavalesco, podemos afirmar que, mesmo com toda a evolução que a Medicina tem nos apresentado e com todo o seu desenvolvimento, de acordo com a letra da marchinha dos antigos carnavais, ainda está pra nascer o doutor que cure a dor de cotovelo.
 
"Penicilina cura até defunto
Petróleo bruto faz nascer cabelo
Mas ainda está pra nascer, O doutor
Que cure a dor de cotovelo"
Marchinha de Klécus Caldas e Armando Cavalcanti  
 
Sambista, esqueça a dor! Vista a fantasia e caia na folia com a Imperatriz!
Sambar faz bem à saúde!


Comentários
  • Avatar
    28/06/2010 17:09:35Cecel AltaneirosMembro SRZD desde 13/08/2009

    Parabéns pelos cometários Lopez, realmente Max tem a lucidez e sensibilidade necessária para transcorrer seus enredos de forma limpa objetivando retratar sempre a cara do Brasil a cada desfile.

  • Avatar
    25/06/2010 12:34:59domingos lopezMembro SRZD desde 11/06/2009

    Max sabe o que faz! Max é o carnavalêsco que em termos de colocações na Sapucaí é o mais vitorioso não é só por colocações e pelos enredos bem fundamentados e didaticamente bem apresentados qualque individuo entende o que Max esta apresentando : com muita clareza e sem poluição de cores e objetos sem necessidades como fazem diversos carnavalescos para camuflar suas limitações. A Imperatriz ficou em 7º lugar não tenho certeza? Mais foi um carnval belissimo e limpo o MAX é carnavalêsco com BRASILIDADE não produtor de shows em casas de espetaculos dos EUA ou Circos Internacionais! Parabéns ! MAX você ainda é o único que resta da bela safra que incluia João Trinta, Arlindo Rodrigues,Fernando Pinto, Viriato, Rosa e Maria Augusta carnavalescos que se preocuvam em mnater a IDENTIDADE BRASILEIRA. Domingos Lopez

  • Avatar
    23/06/2010 14:11:45Marcio HenriqueMembro SRZD desde 08/06/2009

    Quando li o título, gostei, quando li a sinopse, me preocupei. Achei que tava lendo a sinopse errada. Mas tudo bem, quem sou pra falar que tá assim ou tá assado!!! Sou mero expectador do carnaval e apreciador da cultura que ele nos oferece. Mas 2011 "começou" mal...

  • Avatar
    22/06/2010 18:35:13rui pereira DA SILVAMembro SRZD desde 13/04/2010

    valeu Jeff pelo seu sincero comentário que á suaescola faça um bom carnaval falando do ROBERTO CARLOS

  • Avatar
    22/06/2010 18:34:34rui pereira DA SILVAMembro SRZD desde 13/04/2010

    valeu Jeff pelo seu sincero comentário que á suaescola faça um bom carnaval falando do ROBERTO CARLOS

  • Avatar
    21/06/2010 16:52:29Jeff( Beija-Flor e Portela)Membro SRZD desde 19/04/2009

    Imperatriz vai arrasar no carnaval de 2011,tenho certeza,Imperatriz e uma escola que merece respeito,uma escola bonita,sou Beija-Flor,mais tenho um carinho enorme pela Imperatriz,ja desfilei pela escola,adoro desfilar por ela,vou desfilar em 2011, e tenho certeza que sera um dos melhores desfiles de 2011. AVANTE IMPERATRIZ,ABRAÃ?OS NILOPOLITANOS,A TODA NAÃ?Ã?O GRISILIENSE.

  • Avatar
    21/06/2010 12:14:01Cecel AltaneirosMembro SRZD desde 13/08/2009

    Márcia, tem enredos que nascem sem os olofotes iluminando-o e ajudam escolas como a Tijuca em 2010 a se tornar campeã, Segredo foi ovacionado por público e crítica, e tem mais outros como Trevas, Luz, o esplendor do Universo, enredo batidíssimo, do conterraneo J.Trinta, uma virada de mesa nas fantasias e o resto da história vc deve saber! Dolores que grata supresa, se têem filhos, corre nas veias sangue"timbira", vc já esteve por aqui?conhece o Maranhão?

  • Avatar
    21/06/2010 09:59:49Dona sheilaMembro SRZD desde 01/06/2010

    Eu gostei, é um caminho que a Imperatriz decidiu seguir que resultara num bom desfile.

  • Avatar
    21/06/2010 08:27:05Everton AndradeMembro SRZD desde 26/10/2009

    por enquanto a imperaatriz é a mais q esta se destacando. parabens... ta ficando bommmm.:

  • Avatar
    19/06/2010 18:21:28Rodrigo DarlanMembro SRZD desde 24/06/2009

    UMA LÁSTIMA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Avatar
    19/06/2010 11:19:28BRuno [email protected]Membro SRZD desde 01/11/2009

    Olá pessoal! Há tempos q naum escrevo nada por aqui, mas em vista de tantos comentários, resolvi falar um pouco sobre o q penso acerca deste enredo. Minha escola, primeiramente, apresentará algo completamente diferente de tudo que já apresentou nos últimos carnavais. Com toda sinceridade, não é um enredo q me agrada, pois segue aquela linha de um assunto retratado desde seus primórdios até chegar no carnaval. Salgueiro com o fogo, Beija-Flor com o banho, Porto da Pedra com a moda... entre outros... A sinopse é o primeiro anúncio de como será o carnaval 2011... Pois, apartir do texto nossas mentes começam a fervilhar e passamos a construir o próximo carnaval. Particularmente, não gostei do enredo... Quanto ao samba, acho q devemos aguardar, pois a sinopse deste ano foi mais enfadonha e chata do que essa e rendeu um dos melhores sambas. O q vejo com o enredo de minha escola, é o q está acontecendo com a maioria, precisamos de enredos leves, criativos, originais... Vide o resultado de 2010: Tijuca e Grande Rio, sem dúvida alguma, os dois melhores desfiles. Bom, por enquanto é isso... Abraços a todos!!!

  • Avatar
    19/06/2010 09:18:48Dolores ArrudaMembro SRZD desde 24/04/2010

    Cecel querido, já gostei de você pelo fato de ser maranhense. Meu esposo tem família por lá e é uma gente bacana e alegre. Quanto ao rabugento traveco Ana Maria Amaury Limeira Mulambo, trata-se de um purpurinado PSEUDO entendido de carnaval (aliás, entendido ele é, entendeu?), vive se mastrubando mentalmente e ejaculando dejetos verborrágicos aqui neste espaço. Briga com todo mundo porque quer ser senhora da razão, ou melhor, do destino. Na verdade, esse tipinho funciona como VACA DE PRESÃ?PIO, ornamenta, enfeita, mas não passa de um vaca de presépio. E é assim que funciona como toda vaca, quando CAGA mela a TABACA!

  • Avatar
    19/06/2010 08:18:11Marcia BotelhoMembro SRZD desde 19/05/2010

    Cecel meu querido, o enredo é a primeira impressão sobre o que uma Escola de Samba vai apresentar na Avenida. Raras excessões, políticas por vezes, quando um enredo é ruim o resto todo vai mal. Lançado o enredo, lançado o campeonato. O jogo está no tabuleiro!

  • Avatar
    18/06/2010 21:31:37tetéco da viradouroMembro SRZD desde 06/02/2010

    Gostei bastante do enredo da Imperatriz...acho q vai dar pra fazer um bom carnaval, dependendo de como será desenvolvido na avenida! mais esse enredo tah mais pra cara da Mocidade do q para a Imperatriz.... enfim, boa sorte nação leopoldinesse!

  • Avatar
    18/06/2010 16:16:00Cecel AltaneirosMembro SRZD desde 13/08/2009

    Márcia vou pensar no convite, no entanto te digo, guarde ou engula seu vômito, esse dia nunca chegará. Ninguém falou em título, ou melhor eu não falei isso, está pondo letra onde jamais pensei pra compor frases,vamos com calma, até então eu estava replicando sua argumentação, agora vc já quer apostar num campeonato para Imperatriz? bom, te digo que se vier, será muito bem-vindo, seria o 9ª da escola. Não entendam porque vc ostenta tanta aversão ao Max, houve algum incidente entre vocês? perdoe, faz bem ao coração! Dolores, na boa não sei que é esse Amaury ou Ana Maria, é nilopolitano(a)?

Comentar