SRZD


29/07/2010 14h09

Bruno e Macarrão raspam cabeça e cabelos são queimados
Redação SRZD

Preso desde o começo do mês por suspeita de participação no desaparecimento de sua ex-amante Eliza Samudio, o goleiro Bruno raspou a cabeça e os fios de cabelo foram queimados na presença dele, na cela onde está detido na penitenciária Nelson Hungria, em Minas Gerais. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pela assessoria de imprensa da Polícia Civil do estado.

Ainda de acordo com a assessoria, o pedido para raspar a cabeça foi feito pelo próprio atleta. Primeiro, foi usada máquina à três. Como ele não ficou satisfeito com o resultado, pediu para que o cabelo fosse raspado com máquina à um, deixando-o praticamente careca. O objetivo dos cabelos queimados foi evitar que o material seja usado para exames de DNA, informou a polícia.

O amigo de infância do jogador, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, também teve a cabeça raspada. Os dois sempre negaram-se a fornecer material para exames de perícia, usufruindo do princípio judicial de que ninguém é obrigado a produzir prova contra si.


Veja mais sobre:Caso Eliza Samudio

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.