SRZD


06/09/2010 20h59

Entrada do vírus HIV-2 no Brasil pode dificultar tratamento contra Aids
Laís Ferenzini

Foto: Wikimedia CommonsUma pesquisa inédita realizada pela Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz, confirmou a presença de um segundo tipo de vírus da Aids em 15 pacientes no Brasil, todos em situação de coinfecção com o vírus 1, que circula no país. O estudo, conduzido por pesquisadores do Laboratório de Genética Molecular do Instituto, foi premiado no 2º Congresso de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro, realizado no início do mês de setembro.

Um paciente pode ter o vírus do tipo 1 e não ter o 2 e vice-versa. Não é preciso ter o HIV-1 para se adquirir o tipo 2 da doença. Aqueles que se encontram em situação de coinfecção podem desenvolver uma forma mais grave da doença. Em relação ao HIV-1, a infecção pelo tipo 2 difere por ter uma evolução mais lenta. Entretanto, o HIV-2 é resistente a algumas classes de antirretrovirais. Segundo o infectologista e professor da UFRJ, Edimilson Migowski, "o desfecho da doença pode ter uma evolução pior se o vírus desenvolver resistência aos medicamentos. O paciente fica mais predisposto a ter infecções oportunistas".

Com a descoberta de casos de pacientes com o HIV-2 no Brasil, vírus que é mais resistente a alguns tipos de antirretrovirais, podem surgir quadros mais graves da doença e mais mortes. O paciente terá que testar drogas diferentes, até chegar a uma que o faça responder melhor ao tratamento. Este quadro reforça a necessidade de pesquisar novos medicamentos, já que os primeiros se tornarão menos eficazes, o que representa um impacto negativo no combate à doença.

De acordo com Migowski, esta descoberta reforça a necessidade da prevenção. "A gente sempre ressalta que mesmo parceiros soropositivos devem usar camisinha porque eles correm o risco de se reinfectar com tipos de vírus do HIV diferentes e mais resistentes", afirma ele.

Edimilson Migowski alerta também que alguns pacientes param de tomar o medicamento durante o tratamento, o que torna o vírus mais resistente. "A doença ainda é muito estigmatizada. Muitos pacientes não querem tomar estes medicamentos na frente de outras pessoas e acabam interrompendo o tratamento".

Foto: Wikimedia CommonsPresença do vírus HIV-2 no Brasil é discutida desde 1987

Desde 1987, pesquisadores discutem a presença do HIV-2 no país, mas o novo estudo usou meios mais precisos e encontrou um número maior de casos. A pesquisa foi desenvolvida em parceria com pesquisadores do Laboratório Sérgio Franco, do Hospital Universitário Gafreé e Guinle e do Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Foram analisadas amostras de sangue que na primeira etapa de testagem para HIV apresentaram resultados indicativos da presença dos dois vírus. Como preconizado pelo Ministério da Saúde, estes resultados devem ser confirmados por reagentes específicos tanto para o HIV-1 quanto para o HIV-2. No entanto, no momento não há disponível no mercado reagentes específicos para o HIV-2, só para o HIV-1. Foi neste ponto que a pesquisa básica contribuiu, aplicando testes moleculares e imunológicos ainda restritos ao estudo.

O HIV-2 foi identificado pela primeira vez em 1985, em pacientes do Senegal, e, logo após, casos foram detectados também em Cabo Verde. A maioria dos casos da epidemia global de Aids é causada pelo retrovírus humano tipo 1 (HIV-1). No entanto, o HIV-2, o outro retrovírus associado à Aids, é epidêmico e endêmico em alguns países da África Ocidental, como Guiné Bissau, Gâmbia, Costa do Marfim e Senegal, entre outros.


Veja mais sobre:Aids

Comentários
  • Avatar
    08/01/2018 20:17:33GoldenTabsAnônimo

    hGcv7Q https://goldentabs.com/

  • Avatar
    07/09/2010 22:08:28beatrizAnônimo

    boa reportagem sobre o assunto da aids

  • Avatar
    07/09/2010 22:00:21marcia reginaAnônimo

    O que eu entendo e me convenço é que o próprio homem tem se destruido devido a seus proprios pecados.Essa doença tão somente é consequencia da promiscuidade do homem,e só vai ser extinta quando o homem abandonar este e outros pecados relacionados na area sexual.

  • Avatar
    07/09/2010 21:12:37luAnônimo

    bem amigos, na verdade as pessoas deveriam ter mais consciência e amor a vida tendo apenas um unico parceiro sexual. abraços!!!

  • Avatar
    07/09/2010 18:22:46jg jg jgAnônimo

    Vejam wikipedia: h**p://pt.m.wikipedia.org/wiki/V%C3%ADru s_da_imunodefici%C3%AAncia_humana?wasRed irected=true

  • Avatar
    07/09/2010 18:13:20jg jgAnônimo

    Este virus foi descoberto pela portuguesa Odete Ferreira em 1985. Nao é um novo virus. Da mesma forma que os imigrantes africanos o levaram para Portugal, agora sao os brasileiros a viver em Portugal que o trazem para o Brasil. Ã? a GLOBALIZAÃ?AO a funcionar!

  • Avatar
    07/09/2010 18:04:53Marlene LagosAnônimo

    excelente, informação

  • Avatar
    07/09/2010 18:02:17nataliaAnônimo

    Ei desculpa mais vocês são as pessoas mais sem noção da vidaaaaa: Aguiar Jilvan,Samba carioca,valente ferraz joaquim. A AIDS não é algo imaginário ou algo que o homem fala por brincadeira,isso é sério. Uma pandêmia que deve ser encarada de frente por toda a população. E esses pesquisadores não inventaram o HIV-2 ,ele é fato. Acho que todos que tem um pouco de noção da doença, sabia que um dia a variabilidade dela iria surgir por resistência aos remédios ,por sua falta ou pela reifectação,então, pessoas poupem-se a falar besteiras valew!!

  • Avatar
    07/09/2010 18:00:34nataliaAnônimo

    Ei desculpa mais vocês são as pessoas mais sem noção da vidaaaaa: Aguiar Jilvan,Samba carioca,valente ferraz joaquim. A AIDS não é algo imaginário ou algo que o homem fala por brincadeira,isso é sério. Uma pandêmia que deve ser encarada de frente por toda a população. E esses pesquisadores não inventaram o HIV-2 ,ele é fato. Acho que todos que tem um pouco de noção da doença, sabia que um dia a variabilidade dela iria surgir por resistência aos remédios ,por sua falta ou pela reifectação,então, pessoas poupem-se a falar besteiras valew!

  • Avatar
    07/09/2010 15:34:24Aguiar JilvanAnônimo

    Até onde vai a ambição o egoismo dos grupos que dominam o mundo, enquanto não reduzir a humanidade ele não param de criar doenças

  • Avatar
    07/09/2010 10:11:21JulianaAnônimo

    Vamos nos cuidar..........

  • Avatar
    07/09/2010 08:05:25Samba cariocaMembro SRZD desde 18/07/2009

    O fabricante dos coqueteis deve estar com pouco dinheiro por isso tem que vir uma nova doença do tipo hiv, DEUS está vendo aliás nós mesmo matamos o nosso salvador vamos querer paz num lugar desses e o que o ditado diz ''as pessoas boas morrem cedo'', o povo não é mais burro com certeza a cura pra aids já existi ou existiu é como o homem que inventou o carro movido a agua aonde ele está hein?????? ''SALVE-SE QUEM PUDER''

  • Avatar
    07/09/2010 07:35:14valente ferraz joaquimAnônimo

    Sinceramente, é demagogia, é irritante, sem fundamento..... há dias anunciaram que um tipo...(Gel) estaria preparado para previnir... só Previnir a HIV. agora porque surge um outro virús.... tendenciosos... Voce mantam psicologicamente com os vossos maquiavelicoa anuncios. estou a me formar em psicologia. este tipo de revelações nada contribui as esperanças dos irmãos que sofrem com a doença. Parece moda quando aparece alguem que decobre algo para o bem, aparece alguem com intenções de por fogo em cima dos doentes de que este medicamentos não serve para nada e que surgiu um outro virús. Será politica comercial inserido neste serio problema? Fabricam armas capaz de distruir o mundo numa só hora, e não conseguem fabricar uma droga p/ matar este bicho? pensem bem! sejam Humanos e não como Diabos como o presid da frança que corre tudo quanto é cigano. desumano....

  • Avatar
    07/09/2010 07:18:59CARLOS ALBERTO LEITEAnônimo

    Estão de parabéns os pesquizadores do Instituto Oswaldo Cruz, embora cientistas desde o governo imperial de Dom Pedro II, sejam relegados por todos os governos republicanos a últimas posições.Os meios de transporte facilitaram aos brasileiros acesso tanto à Portugal quanto aos paises da Africa. Desde o primeiro caso relatado por mim ao CDC, em 1983, e desde 1987 qando o virus HIV-2 foi detectado nos EEUU,temos alertado quea contaminação com o virus HIV-2 iria aumentar. Ã? descaso total das autoridades que afirmam que a saúde no Brasil é de primeiro mundo iludindo a população inculta e mal informada. A necessidade do teste sanguineo para HIV-2 que não é feita no momento é imprescindivel

  • Avatar
    07/09/2010 05:55:07ManoelAnônimo

    Onde estão as campanhas de conscientização que o governo prometeu anos atras? Elas são uma NECESSIDADE aberta a todos os governosl. Até hoje nao entendo porque falar de doença não da voto. CLARO QUE DA quando o programa é bem-feito e nao essa palhaçada de temporada de caça ao voto

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.